PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dudu volta após 'novela chinesa' para defender marcas no Allianz Parque

22/07/2018 10h00

Depois da "novela chinesa" que tomou a primeira metade do mês de julho, Dudu volta a jogar pelo Palmeiras neste domingo. Suspenso contra o Santos, ele deve ser titular às 16h, quando o Verdão recebe o Atlético-MG no Allianz Parque, estádio em que o atacante detém os principais recordes.

Nos últimos treinos, o camisa 7 apareceu sorridente, brincando com outros atletas, mas antes disso ficou bastante balançado com a ofensiva do Shandong Luneng (CHN). O clube chinês lhe ofereceu contrato de quatro anos, salários de mais de R$ 2 milhões por mês e luvas de R$ 30 milhões.

O Palmeiras não quis negociá-lo, e recusou a proposta de 15 milhões de euros (R$ 67 milhões). No fim, acabou vendendo Róger Guedes à equipe asiática.

Mesmo que hoje não tenha o mesmo rendimento que o tornou ídolo, Dudu é considerado peça-chave no esquema de Roger Machado, especialmente com a saída de Keno. Por isso, a diretoria fez valer o acordo de quando lhe deu um aumento em março, de não tratar de uma venda até o fim desta temporada.

Nas redes sociais, o atacante deu a entender o incômodo pela recusa do Verdão, ao dizer que seguia "feliz ou não" - ele mudou a postagem minutos depois. Roger Machado antes do jogo contra o Santos minimizou a atitude e aposta que o comandado continuará se doando em "110%".

Também com a volta de Moisés no lugar de Lucas Lima, suspenso, é possível que Roger use nesta tarde o esquema que treinou durante a pausa para a Copa do Mundo, com três volantes, dando mais liberdade justamente a Dudu.

Com dois títulos conquistados no Allianz Parque (a Copa do Brasil de 2015 e o Brasileiro de 2016), o camisa 7 é o dono das seguintes marcas na arena: é quem mais jogou (86 vezes), quem mais venceu (61 triunfos), o artilheiro (24 gols) e quem deu mais assistências (21). Quando saiu gol dele no novo Palestra Itália, o Palmeiras não perdeu.

Esporte