PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com Zé Rafael inspirado, Bahia goleia o Vitória no clássico Ba-Vi

22/07/2018 18h03

O Ba-Vi começou movimentando com um desentendimento entre Zé Rafael e Jeferson, que acabaram advertidos com cartão pelo árbitro.

Após começo tumultuado, o jogo teve primeiro lance de perigo com o Bahia. Zé Rafael fez linda jogada individual, passando por três marcadores e sofrendo a falta. Na cobrança, Vinícius levou perigo à meta adversária.

Não demorou muito para que o tricolor chegasse ao gol na Fonte Nova. Depois de boa jogada de Léo, Zé Rafael ficou livre para bater colocado por cima do goleiro e fazer 1 a 0 Bahia no placar.

O Bahia passou a gostar mais da partida e chegou ao segundo gol ainda na primeira etapa. Zé Rafael tentou entra na área adversária e acabou derrubado por Filipe Soutto. Na cobrança do pênalti, Vinícius parou na defesa de Elias, mas, no rebote, o próprio jogador aproveitou para ampliar para o tricolor na Fonte Nova.

A partida voltou a ter novo foco de confusão, dessa vez envolvendo Vinícius e o banco de reservas do Vitória. O técnico Vagner Mancini conversava com seus jogadores no gramado, quando Vinícius se aproximou e acabou alvo de copos d'água em sua direção. Mas a confusão acabou controlada rapidamente, sem nenhum atleta punido pelo árbitro.

Pouco depois do incidente, o Vitória teve a melhor chance dele na primeira etapa. Após escanteio, a bola sobrou para Kanu, que cabeceou em direção a gol e parou na defesa de Anderson quase em cima da linha.

A equipe rubro-negra tentou voltar de forma mais ofensiva para a derradeira etapa de partida. Logo nos primeiros minutos, após contra-ataque, Filipe Soutto só não marcou porque parou em bela defesa de Anderson, que evitou o gol rubro-negro.

O Vitória tentava emplacar pressão no jogo, quando o Bahia marcou dois gols seguidos. No primeiro lance, Tiago aproveitou, de cabeça, um rebote de falta. No minuto seguinte, Gilberto deixou o dele, após cruzamento de Zé Rafael para o meio da área.

Com a goleada do Bahia encaminhada, o Vitória conseguiu descontar com Lucas. Bryan cruzou na área e o lateral desviou de cabeça para fazer o primeiro gol rubro-negro no Ba-Vi.

Quando parecia que vinha uma recuperação da equipe rubro-negra, Bryan foi expulso após entrada dura em Edson, deixando o Vitória em desvantagem no campo.

Com um a menos e grande diferença no placar, coube ao Vitória se defender como pode, para não aumentar ainda mais o prejuízo no jogo. Nos minutos finais, Kanu teve chance de diminuir, mas, sozinho, ele mandou por cima da meta adversária.

Na reta final de partida, coube ao Bahia a troca de passes e aproveitar a festa que a torcida fazia na arquibancada da Fonte Nova, comemorando a goleada diante do grande rival.

BAHIA X VITÓRIA

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)

Data-Hora: 22/07/2018 - 16h00

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

Público/renda: 24.312 pagantes/ R$ 453.426,00

Cartões amarelos: Zé Rafael, Lucas Fonseca e Tiago (BAH); Jeferson, Walter Bou, Arouca, Bryan, Luan (VIT).

Cartões vermelhos: Bryan (VIT)

Gols: Zé Rafael (14'/1ºT), Vinícius (25'/1ºT), Tiago (20'/2ºT), Gilberto (21'/2ºT), Lucas (27'/2ºT)

BAHIA: Anderson; Bruno, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore (Edson, 24'/2ºT), Eton, Zé Rafael e Vinícius (Régis, 42'/2ºT); Edigar Junio e Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

VITÓRIA: Elias; Jeferson (Lucas, 17'/2ºT), Kanu, Aderllan e Bryan; Arouca, Filipe Soutto e Luan; Erick, Walter Bou (Yago, 18'/2ºT) e Neilton (Willian Farias, 24'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

Esporte