PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Empresário de Gerson explica escolha por Fiorentina e elogia o Atlético-MG

21/07/2018 08h05

Gerson tinha dois destinos: o futebol brasileiro e o italiano. O meia, que estava na Roma, optou por continuar na Velha Bota e vestir a camisa da Fiorentina na próxima temporada. Marcos Antônio da Silva, representante e pai do atleta, bateu um papo com o LANCE! explicando sobre a escolha e ainda revelou que quer ver o jogador na Seleção Brasileira.

- A história, a estrutura e tudo o que representa a Fiorentina no futebol mundial. Foi uma decisão conjunta entre nós e também a Roma. Definimos que seria importante o Gerson permanecer na Europa para seguir sua evolução técnica e tática que conseguiu ter nesses anos de Europa. Temos um objetivo bem claro daqui para frente: Gerson na Seleção Brasileira. E temos certeza que na Fiorentina, por tudo aquilo que o clube nos oferece, conseguiremos chegar nesse objetivo - disse ao L!.

Esperançoso, Marcão acredita que Gerson pode fazer um bom Campeonato Italiano, já que atuava pela Roma. Ele ainda ressaltou que ter sequência é fundamental para o meia mostrar o seu futebol.

- A expectativa é a melhor possível. Chegamos a um clube que passaram grandes jogadores e onde jogadores do nosso país, como Dunga, Sócrates, Amarildo, entre outros, tiveram grande destaque. Esperamos contribuir a nossa história também. Estamos felizes e confiantes de que nesses próximos 12 meses o Gerson conseguirá ter sequência e mostrará todo o seu potencial - afirmou

Antes da Fiorentina apresentar uma proposta, o Atlético-MG estava com interesse no jogador, mas a negociação com a Roma não foi à frente. Mesmo assim, o empresário de Gerson fez questão de elogiar o clube mineiro pelo fato de tentar repatriar o jogador.

- Foi uma negociação direta entre os clubes, e eu e o Gerson participamos muito pouco. Gostaríamos de agradecer e muito todo esforço feito pelo Alexandre Gallo para tentar a contratação do Gerson. E, claro, ficamos lisonjeados pelo interesse dessa grande equipe do futebol mundial que é o Atlético-MG. Quando grande equipes, como o Galo e Fiorentina, se interessam pelo futebol do Gerson, temos a certeza de que tudo aquilo que planejamos foi correto. Agora é jogar e atingir o nosso grande objetivo: ver o Gerson com a camisa da Seleção Brasileira - comentou.

Com o meia cedido à Fiorentina, a Roma terá a chance de ver de perto o desenvolvimento do jogador, que tem apenas 21 anos. Florença está apenas a 300 km da capital italiana.

A ideia da Roma é acompanhar mais de perto o futebol do meia, que chegou à Cidade Eterna no fim de 2015, após pagar 16 milhões de euros (R$ 60 milhões à época) ao Fluminense.

* Sob supervisão do editor Hugo Mirandela

Esporte