PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com força da base, Flamengo bate Botafogo e se mantém na liderança

21/07/2018 21h10

As vaias que se transformaram em aplausos. Novidade na escalação, quando o jovem Matheus Savio apareceu no telão, pôde-se ouvir algumas críticas da arquibancada. Mas, em pouco minutos, a história mudou. O camisa 22 fez um

gol e criou a jogada para outro, sendo destaque na vitória por 2 a 0 - placar construído ainda no início do duelo - do Flamengo sobre o Botafogo, no Maracanã, na noite deste sábado.

Com o resultado, o time rubro-negro assegurou a liderança do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Flamengo encara o Santos, na Vila, enquanto o Botafogo recebe a Chapecoense, no Nilton Santos

NOVIDADES

Tanto Flamengo quanto Botafogo tiveram alterações no time titular. No lado rubro-negro, 4-3-3, com Uribe, Guerrero e Matheus Savio à frente. No alvinegro, formação com três volantes, sendo um o Jean, e o atacante Pimpão.

SEM PISCAR

Mal o jogo começou e o Flamengo pôde comemorar. E duas vezes. Matheus Savio marcou um belo gol, encobrindo Jefferson. O Botafogo ainda se refazia e já foi buscar a bola na rede novamente. Em nova jogada de Savio, Diego girou na área e Paquetá concluiu. Isso antes dos 10 minutos.

GANHOU CAMPO

Depois do início eletrizante do Flamengo, o Botafogo conseguiu ganhar campo e equilibrar as ações. Os times até criaram, mas pecaram no passes.

MUDANÇA

Na volta do intervalo, Marcos Paquetá mudou a cara do Botafogo, tirando o volante Jean e colocando o atacante Aguirre.

CAUTELA E TENTATIVA

Com o resultado positivo a favor, o Flamengo adotou um estilo mais cauteloso, apostando nas saídas em velocidade. Já a equipe alvinegra, buscava furar a retranca adversária, ao mesmo que dava espaços.

NADA DE GOL

Com a falta de capricho dos dois lados na conclusão das jogadas, o placar ficou o mesmo do construído na etapa inicial.

EXPULSO

No fim, Aguirre ainda foi expulso após falta dura em Pará. Foi a segunda expulsão, em quatro jogos.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP) (Nota L!: 7,0)

Cartões amarelos: Luiz Fernando (BOT)

Cartões vermelhos: Aguirre (BOT)

Público/Renda: 39.261 pagantes/42.182 presentes/ R$ 1.121.892,60

Gols: Matheus Sávio (6'/1ºT), Lucas Paquetá (8'/1ºT)

Esporte