PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Árbitro relata expulsão e ameaça de auxiliar do Palmeiras na súmula

20/07/2018 00h24

Roberto Ribas, auxiliar do treinador Roger Machado, foi expulso após o empate por 1 a 1 entre Santos e Palmeiras, nesta quinta-feira (19), no Pacaembu. Dewson Fernando Freitas da Silva, árbitro do clássico, relatou na súmula que o membro da comissão técnica alviverde partiu para cima e chegou a lhe ameaçar durante a discussão.

"Expulsei, após o término da partida, o senhor Roberto Lampert Ribas, auxiliar técnico da equipe da S. E. Palmeiras, por ter ido no centro do campo de jogo, protestar contra as decisões da arbitragem, proferindo as seguintes palavrar: 'p..., Dewson, o quarto árbitro não te avisou, não? Engraçado, o jogador faz o gol, vai comemorar e depois de todos os torcedores xingarem ele, aí tu vai e dá o (cartão) amarelo. Tá de sacanagem? Quero ver se quanto tu me encontrar pela rua, se tu vai falar assim, mandando eu me retirar. Quero ver!", relata o árbitro, na súmula do jogo.

Dewson ainda afirma que a discussão foi vista pela escolta da Polícia Militar, além dos outros membros da equipe de arbitragem.

O lance citado foi logo após o gol do Palmeiras, quando Lucas Lima comemorou virando as costas para a torcida, apontando para o número de sua camisa - havia apenas santistas nas arquibancadas. O árbitro considerou que Lucas estava provocando e o advertiu com o cartão, que o tira da próxima partida, domingo, contra o Atlético-MG.

A comissão técnica questionou bastante a decisão, e no fim do jogo revoltou-se, também, quando o árbitro não deu lateral para o Palmeiras no ataque, já nos acréscimos. Roberto e Roger eram os mais irritados na área técnica, por consideraram a jogada clara. Após o jogo, o treinador evitou falar sobre Dewson.

"Não quero falar da arbitragem, porque o árbitro tem de fazer seu trabalho, um com personalidade A ou B, alguns historicamente deixam o confronto mais nervoso pela forma como conduz o jogo, outros conversam mais e facilita o trabalho de todo mundo. Não sou eu o responsável para falar diretamente da arbitragem, mas o que poderia dizer é que quando há arbitragem com esta postura sempre há princípio de conflito", afirmou.

Este não é o primeiro problema entre Dewson e o Palmeiras. Em 2015, no empate em 3 a 3 com o Atlético-PR, Robinho estava tão irritado com as decisões do árbitro, que ao comemorar o último gol chamou o juiz de "c... ruim". O meia acabou expulso na ocasião.

Esporte