Topo

Esporte


Após Palmeiras barrar sua saída, Dudu diz que segue a vida "feliz ou não"

reprodução/Instagram
Imagem: reprodução/Instagram

16/07/2018 21h38

Ao postar uma foto no Instagram, Dudu levantou dúvidas sobre o que sente após o Palmeiras recusar as ofertas do Shandong Luneng (CHN) por ele. A primeira legenda da imagem em um treino na Academia de Futebol era a seguinte: "Feliz ou não, é a lei da vida. Seguir em frente com a cabeça erguida. Superando tudo que está por vir".

Minutos depois, o camisa 7 refez o texto para a versão que está agora publicada: "Seguir em frente com a cabeça erguida e muito focado para superar tudo que está por vir!".

Dudu ainda não se pronunciou sobre a novela com o clube chinês, mas estava bastante balançado. Foi oferecido a ele um contrato de quatro anos, com salários de pouco mais de R$ 2 milhões por mês, além de luvas de mais de R$ 30 milhões.

A maior proposta para o Verdão, dono de 100% dos direitos do atacante, foi de 15 milhões de euros (R$ 67 milhões). A diretoria não quis conversa, pois não encontrou um substituto viável no mercado e fez valer o acordo ao renovar com o camisa 7, em março: ao dar-lhe um aumento e também luvas, havia combinado que não iria negociá-lo até dezembro.

A janela de transferências chinesa se fechou na sexta, quando o Palmeiras finalizou outro negócio com o Shandong Luneng: a venda de Róger Guedes. O Verdão viu nesta transação a solução dos problemas, pois recebeu quase R$ 20 milhões por um atacante que estava fora do clube, conseguiu manter Dudu e ainda desfalcou o Atlético-MG, que o tinha por empréstimo até dezembro.

Esporte