PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Artilheiro da Série B1 do Carioca celebra boa fase no Serra Macaense

30/06/2018 16h51

Mesmo em meio à Copa do Mundo, o Campeonato Carioca - Série B1 não para, com as equipes buscando vaga na elite estadual para 2019 e os atletas querendo um lugar ao Sol. É o caso do centroavante Rhainer, 19 anos, do Serra Macaense, um dos clubes com menor média de idade na temporada. Artilheiro da competição com sete gols (em seis jogos que atuou), o camisa 9 foi o principal responsável pela vitória recente do time, diante do Artsul, por 4 a 2, marcando três vezes na terça-feira. Oriundo da base do Internacional/RS, possui no currículo duas convocações para Seleção de Base, quando disputou amistosos no Catar e a Copa Mediterrâneo, na Espanha, assinalando três gols na ocasião.

- Estou muito feliz com este momento aqui no Serra Macaense, que tem excelente gestão e me abriu as portas para a sequência da minha carreira. Acredito que os gols e as vitórias são frutos do nosso trabalho em equipe e da dedicação de todos. Temos um elenco bastante jovem, sei que essa experiência que tive no Inter, na Seleção, também no Cruzeiro, agregam bastante para meu desenvolvimento pessoal e ao grupo. Quando posso, procuro passar os ensinamentos que tive, tanto técnicos, como táticos, a todos. O importante é mantermos os pés no chão, mas sem deixarmos de sonhar alto - afirmou.

O Serra Macaense é um Clube com gestão empresarial, que aposta em atletas jovens para formação e novos negócios no futuro. O objetivo inicial está em ampliar sua estrutura na cidade de Macaé, para poder dar ainda mais qualidade aos jogadores e, em breve, ter subsídios para disputar a elite carioca. Com o reduzido número de centroavantes no futebol brasileiro, Rhainer é atualmente uma das principais apostas da agremiação para alavancar tanto uma disputa pelo Acesso, como despertar o interesse de outras equipes. E o jogador não esconde seu sonho.

- Meu projeto profissional é seguir trabalhando forte para colaborar com o Serra Macaense e chegar a um grande Clube, a fim de disputar competições igualmente grandes e ser reconhecido um dia com gols e boas atuações. Cresci ouvindo que minha posição está escassa no Brasil, então quem sabe possa evoluir cada dia mais para alcançar estes objetivos e estar na nova safra de camisas 9 do país - revelou.

Sem deixar de lado o Mundial da Rússia, Rhainer revela admiração e em quem se espelha.

- Para mim, o Benzema deveria ter sido convocado pela França. Particularmente gosto muito do estilo de jogo dele, sou fã mesmo. No Brasil, penso que o Firmino esteja em ótimo momento no Liverpool, acredito que até se torne titular durante a Copa e torço por isso. O admiro bastante pelo que vem fazendo na Inglaterra e pela postura em campo. E claro, quero o Hexa também, como todos os brasileiros - finalizou.

Esporte