PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Agora, é vida nova no Corinthians', diz o volante Renê Júnior

29/06/2018 12h32

Recuperado de uma lesão no menisco no joelho direito, o volante Renê Júnior está de volta ao Corinthians. Com a saída de Maycon, que assinou com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, o meio-campista passa a brigar por uma vaga entre os titulares. Em sua primeira semana de treinos com o restante do elenco após seu retorno aos gramados, o jogador falou sobre a situação.

- Comento com o pessoal que quem está fora de campo sofre mais. Essa foi a última lesão e agora é vida nova aqui no clube. Trabalhar cada vez mais para conquistar o meu espaço - afirmou o volante do Timão.

Sem poder participar das últimas rodadas do Brasileirão antes da parada para a disputa da Copa do Mundo, Renê Júnior comentou sobre o trabalho que está sendo feito pelo técnico Osmar Loss e fez questão de elogiá-lo. Na opinião do corintiano, os maus resultados no início de trabalho do treinador têm relação direta com o pouco tempo para treinar a equipe.

- Isso (tempo livre para treinar) é bom para o Osmar Loss, ele pode mudar bastante o time e testar em várias posições. Pode impôr o trabalho dele porque não teve tempo. Com o grupo completo, só quem ganha é o Corinthians. Temos tudo para retomar bem o nosso trabalho - opinou.

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Renê Júnior:

Sobre a concorrência por vaga no meio de campo

Falo que se eu tiver sequência vou conseguir desempenhar bem minha função. Independente de quem começar jogando, o Corinthians tem volantes de qualidade. Todo mundo vai querer dar o seu melhor para um poder ajudar o outro dentro do clube.

Sobre Osmar Loss ter todo o elenco à disposição

Quando ele assumiu, tinha passado para conversar conosco. Ele não teve tempo para treinar, tínhamos muitos jogadores no departamento médico. Ele está podendo tirar o nosso melhor e estamos trabalhando bem.

Sobre a saída de Mauri, preparador de goleiros, para a Arábia Saudita

Desejo boa sorte ao Mauri, que é um cara multicampeão pelo Corinthians e tem uma história bonita no clube. Mas quem chegar vai poder fazer um grande trabalho aqui.

Sobre uma possível venda de mais jogadores do clube

O futebol tem sido assim. Em 2015, a China veio forte. É a cultura do país asiático. A gente espera que não tenhamos mais perdas porque prejudica. Estamos preparados, com um grupo forte e com um pessoal forte

Sobre a pressão por bons resultados no Corinthians

Não posso falar se é justo, mas se o resultado não vem vai ter pressão. A gente sabe como é a pressão no Corinthians. Ele agora vai ter tempo para mostrar seu trabalho. Vamos buscar os nossos objetivos para conseguirmos essa tranquilidade.

Sobre o uso do VAR na Copa do Mundo

Ainda não tivemos essa sensação, mas parece ser engraçado porque o jogo para. Acho que é mais ansiedade do momento que complica. Está sendo correto. Para o Brasil, o VAR errou (risos), mas está sendo o correto.

Esporte