PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Auxiliar aprova atuação do Bahia e crava: "Podemos sonhar alto no Brasileirão"

29/04/2018 19h48

O torcedor que foi a Arena Fonte Nova neste domingo esperava a segunda vitória do Bahia no Brasileirão, mas o goleiro Santos, do Atlético-PR foi o vilão da partida e se tornou o principal responsável pelo jogo terminar sem gols.

Nos vestiários, com o técnico Guto Ferreira suspenso, sobrou para o auxiliar, Alexandre Fragello, dar explicações sobre a apresentação e ele gostou do que viu.

"Dentro da proposta que a gente se propôs a fazer, acho que conseguimos fazer. Fomos melhores do início ao fim. Claro que 90 minutos, enfrentando o Atlético-PR, que tem sua qualidade, a gente ia sofrer um ou outro ataque. Nossa equipe pressionou do início ao fim, dificultou a saída de bola deles, roubamos bola na frente da área, poderíamos ter um pouco mais de calma para ter criado situações de gol. Fiquei satisfeito, conversei com Guto, está muito satisfeito, faltou o principal. Que foi o gol. Segundo tempo a gente continuou com a mesma proposta de jogo. Criamos várias situações, tivemos 21, 22 finalizações, contra 9 deles. Isso mostra o que foi o jogo. Fomos superior do início ao fim", analisou Faganello.

De acordo com o auxiliar, a tendência é que o Bahia melhore seu rendimento nas próximas rodadas e lute por coisas maiores na competição.

"Acho que o Bahia vem numa crescente, se adaptando ao Campeonato Brasileiro, que é um nível muito maior, não desmerecendo as outras competições. O time vem evoluindo. Não tenho dúvida que essa partida que a gente fez contra o Atlético-PR, vai na sequência ter muita força e pegar como exemplo essa partida e a partida contra o Santos para conquistar os triunfos no Brasileiro. Tem que evoluir a cada momento, a cada jogo. Esse foi mais um que a gente superou. Na minha visão foi o melhor jogo que a gente fez. Tem que pegar isso aí e levar para os outros jogos. Só assim a gente vai almejar conquistar coisas grandes no Brasileirão".

Na próxima rodada, o Esquadrão de Aço faz um clássico regional, quando visita o Sport, na Ilha do Retiro.

Esporte