PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Promessa do XV, volante se inspira em tio artilheiro para brilhar

28/04/2018 09h58

Em 2001, o atacante Tadeu marcava 21 gols com a camisa do XV de Piracicaba e se tornava o artilheiro do Campeonato Paulista sub-15. Em janeiro daquele ano nascia Renan Henrique, hoje volante que veste a camisa do XV de Piracicaba. Passados 17 anos, Renan Henrique tem a oportunidade de enriquecer a história da família no clube onde seu tio começou a carreira.

- Cresci vendo meu tio jogar, minha mãe que acompanhava e guardava tudo dele, em casa eu via todas as fotos, vídeos, matérias em jornais, e aos poucos foi despertando em mim a vontade de também seguir e viver o futebol - recorda Renan, sobre sua infância na cidade de Limeira.

O volante de 17 anos, antes de chegar ao sub-17 do XV, iniciou sua trajetória no futebol em 2012, quando jogava pelo Independente de Limeira, e também tem passagens por Corinthians, União Barbarense, Red Bull Brasil, Camisa Dez de Americana, Guarani e Três Passos.

- Esse momento de formação é muito importante para quem quer se tornar um jogador profissional, e todos esses clubes que passei pude aprender um pouco, todos eles foram fundamentais e tenho certeza que aqui (no XV de Piracicaba), não será diferente - comenta.

Para Tadeu, o sobrinho tem um futuro brilhante pela frente.

- O Renan é um garoto muito dedicado, é bastante atencioso com o que explicamos a ele. Se ele continuar nesse ritmo, se dedicando e souber aproveitar as oportunidades, agarrando-as com unhas e dentes, ele se destacará e terá um futuro brilhante - elogia Tadeu.

O Campeonato Paulista sub-17 começou em 7 de abril, mas a estreia do jovem neste sábado (28), diante do Guarani. Para a competição, Renan destaca a união do grupo.

- Temos um bom elenco, forte e unido, acredito que se a gente jogar o que estamos treinando, vamos longe na competição, porém, a primeira meta é passar da segunda fase - diz o volante, que sonha alto com a camisa do XV.

- Eu e meu tio não temos nenhuma característica em comum, até porque, a função dele é marcar gols. Eu acredito que me destaco bastante nas inversões de jogo, ao fazer a bola rodar e ter uma boa dinâmica, como disse, não sou um goleador, mas quero ser destaque aqui, assim como ele foi em 2001 - finaliza.

Esporte