PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jejum de 39 dias: na 'casa' de Ceni, São Paulo tenta voltar a ganhar fora

22/04/2018 08h00

Neste domingo, às 16h, o São Paulo faz uma visita a Fortaleza, cidade onde Rogério Ceni comanda o time de mesmo nome, para enfrentar o Ceará, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, no Castelão, estádio em que a equipe do ex-goleiro manda seus jogos. E é na terra que está abrigando o Mito que Diego Aguirre tenta deixar para trás a recente eliminação na Copa do Brasil e vencer pela primeira vez como visitante no comando do clube.

Na quinta-feira, logo após empatar por 2 a 2 diante do Atlético-PR, no Morumbi, e cair na Copa do Brasil, Aguirre ressaltou a responsabilidade que o time tem de uma grande campanha no Brasileiro. E a missão passa, certamente, por encerrar um jejum que completa 39 dias neste domingo.

O último triunfo do Tricolor longe do Morumbi ocorreu em 14 de março, impondo 3 a 0 sobre o CRB, em Alagoas, pela Copa do Brasil. Foi exatamente a última partida antes de Aguirre assumir a equipe. Naquele compromisso, o técnico uruguaio estava no estádio, mas, ainda não possuía visto de trabalho e, por isso, André Jardine, hoje seu auxiliar, comandou o time.

De lá para cá, se possui três vitórias e um empate à frente do time em casa, o desempenho de Aguirre fora da capital paulista é o oposto: três derrotas e um empate. Ele já estreou como visitante e perdeu por 1 a 0 para o São Caetano, no ABC, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Foi vencido pelo mesmo placar diante do Corinthians, em Itaquera, caindo naquela semifinal do Estadual dos pênaltis. E levou 2 a 1 do Atlético-PR, em Curitiba, na ida da quarta fase da Copa do Brasil - o 2 a 2 de quinta-feira eliminou o clube do torneio.

O mais recente compromisso do Tricolor do técnico uruguaio longe de casa foi na Argentina, há dez dias. Pelo confronto inicial da primeira fase da Copa Sul-Americana, diante do Rosario Central, enfim, o comandante não perdeu um duelo como visitante: segurou o 0 a 0, resultado comemorado por conta da expulsão de Rodrigo Caio, aos 36 minutos do primeiro tempo, deixando a equipe com um a menos durante quase toda a partida.

Mas, na terra onde está trabalhando Rogério Ceni, o São Paulo precisa de mais. Depois de receber o ex-goleiro e ex-técnico do time no CT da Barra Funda na última segunda, para comandar um treino do Fortaleza, a ordem é se sentir em casa no Ceará para somar mais três pontos e iniciar o Brasileiro com 100% de aproveitamento - na primeira rodada, poupando alguns de seus principais jogadores, o Tricolor venceu o Paraná, no Morumbi.

Para deixar mais uma frustrante eliminação para trás, nada melhor do que encerrar um incômodo jejum como visitante. E largar bem na competição em que, nas duas últimas temporadas, o Tricolor se preocupou mais em evitar o rebaixamento do que sonhar, ao menos, com uma vaga na Libertadores.

Esporte