PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Suspenso, Gabigol lamenta ausência no clássico: 'Eu não ouvi o apito'

25/02/2018 22h06

São quatro gols em quatro jogos desde a sua volta ao Santos e mais uma partida em que teve participação essencial para a vitória do time, mas Gabriel não poderá usufruir de sua ótima fase contra o Corinthians, já que levou o terceiro amarelo no triunfo por 2 a 0 sobre o Santo André, neste domingo, na Vila Belmiro e está fora do confronto contra o o rival.

O camisa 10 do Peixe abriu o placar aos 29 minutos da segunda etapa, mas três minutos depois, quando recebeu lançamento em condição de impedimento, não ouviu o apito do árbitro Flávio Rodrigues de Souza e prosseguiu na jogada. Apesar de tentar justificar, o atacante não fugiu de ser advertido com o cartão amarelo.

- Estou feliz, ganhamos mais uma, fiz mais um gol. Mas estou muito triste: todo mundo sabe que o estádio está lotado aqui atrás, ele colocou a bola para mim e fui tentar fazer o gol. Eu não ouvi o apito - alegou o artilheiro santista no estadual.

A suspensão faz Gabigol ser desfalque do Santos no próximo domingo, no clássico contra o Corinthians, no Pacaembu, às 17h, pelo Paulistão-2018, e a revolta do jogador não foi apenas por essa decepção, mas também por entender que faltou critério ao árbitro da partida.

- Vocês viram como me bateram e me caçaram o jogo todo, e ele não dá cartão para essas coisas feias do futebol, como bater, o Neneca demorar para cobrar o tiro de meta. E num lance que eu não ouvi, ele deu cartão e me tirou do jogo. Mas é difícil falar aqui no Brasil porque a gente pode ser punido. Vocês têm várias câmeras e podem ver - reclamou.

O Santos volta a campo nesta quinta-feira para enfrentar o Real Garcilaso, do Peru, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O confronto será fora de casa, no Estádio Inca Garcilaso de la Vega, em Cusco, às 19h15.

Esporte