PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Peres revela bastidores do Santos em reunião com embaixadores do clube

24/02/2018 19h39

Neste sábado, o presidente do Santos, José Carlos Peres, esteve presente em um encontro das embaixadas do clube, em São Paulo. Durante o evento, o dirigente do Peixe discutiu alguns pontos de interesse da coletividade santista, entre eles o patrocínio máster, direitos de transmissão e mando de campo, como publicado incialmente pelo site "Gazeta Esportiva".

Sobre o patrocínio, Peres informou que a Caixa Econômica Federal não deverá ser a marca principal a estampar a camisa do Peixe para a temporada 2018. No começo deste ano a intenção era renovar o contrato com a instituição, que terminou no dia 31 de dezembro de 2017, o que não deve mais acontecer.

Já a respeito dos direitos de transmissão, o mandatário do Santos informou que irá processar o Esporte Interativo por "contrato lesivo", assinado na gestão de Modesto Roma. Enquanto isso, o clube renegocia um acordo com a Rede Globo.

O mandatário revelou também que está alinhando um negócio com o prefeito João Dória para que o Pacaembu seja oficialmente a casa do Santos na capital paulista. O acordo, se sair, deverá ser sem o pagamento do aluguel. Mesmo sem que isso esteja fechado, deverá atuar no estádio contra o Nacional-URU e o Estudiantes-ARG. A intenção é de promover treinos abertos para a torcida no Paca.

Por fim, Peres comentou que gastou R$ 8 milhões nas 400 demissões que efetuou desde que começou o seu mandato. Craques do passado como Pepe, Coutinho e Mengálvio, continuam contratados pelo clube ao custo de R$ 10 mil por mês.

Esporte