PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Marcinho celebra retorno após lesão: 'Não tive força para comemorar'

23/02/2018 19h12

Foram dez meses sem jogar. No retorno, passe que iniciou jogada de gol, dribles e uma partida para ficar na memória. Marcinho voltou ao Botafogo em grande estilo após ruptura do ligamento cruzado do joelho direito, em abril do ano passado. Contra o Nova Iguaçu, na noite desta quinta-feira, a redenção sorriu ao lateral-direito em forma de boa atuação e vitória da equipe.

- No momento da jogada e o Kieza saiu para comemorar, eu não tive força para comemorar junto, só pensei em tudo que passei. Quero agradecer à preparação física, fisioterapia, todo mundo que estava me aturando. Foi um momento um muito feliz ter voltado atuar - celebrou o lateral.

No primeiro gol do Botafogo, o jogador de 21 anos passou para Ezequiel, que foi o assistente para o gol de Kieza. Foi a 12ª partida como profissional do atleta que joga também como ponta-direita. Porém, saber que voltaria a atuar rendeu a ele uma sensação bem diferente na véspera.

- Eu estava muito nervoso. Passei o dia anterior inteiro pensando no jogo. Não é quem não lembrava, mas não estava mais acostumado. Foi uma sensação diferente, uma sensação muito nova. Não sabia como o corpo ia se comportar - brinca, agora, um Marcinho bem mais tranquilo.

O treino

Enquanto Marcinho e os demais titulares faziam um treino regenerativo na academia do Estádio Nilton Santos, quem não começou jogando contra o Nova Iguaçu fez trabalho técnico no campo anexo. Nesta sexta-feira, o técnico Alberto Valentim comandou uma atividade completada também por juniores, e com algumas jogadas mais ríspidas.

O time que cometesse três faltas era penalizado com um shoot-out, lembrando o futebol dos EUA nos anos 1990. Desta forma, Luiz Fernando fez um dos gols do trabalho.

Ainda lesionados, Jefferson, Matheus Fernandes e Renatinho não foram a campo. Eles devem ficar à disposição a partir de segunda-feira.

Esporte