PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Estou pronto', diz Matheus Matias, atacante apresentado no Corinthians

Artilheiro do Brasil em 2018, Matheus assinou com o Corinthians até 2022 - Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians
Artilheiro do Brasil em 2018, Matheus assinou com o Corinthians até 2022 Imagem: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

22/02/2018 13h34

É só Matheus Matias começar a falar para você identificar a origem humilde do atacante de 19 anos, recém-contratado pelo Corinthians e apresentado nesta quinta-feira no CT Joaquim Grava. Poucas palavras, sotaque nordestino, susto pela quantidade de jornalistas na sala de imprensa.

Mas o goleador máximo da temporada ao marcar dez gols com a camisa do ABC-RN até o momento não é bobo e já se colocou à disposição do técnico Fábio Carille, inclusive se fosse para o clássico deste sábado contra o Palmeiras.

"Dentro do tempo comum eu espero achar meu espaço. Estou pronto. Se ele (Carille) optar por mim, vou tentar dar o meu melhor e fazer os gols. Se ele optasse por mim , com certeza eu iria jogar naturalmente, tranquilamente (o clássico)", afirmou Matheus Matias, pouco depois de receber a camisa do Corinthians das mãos do diretor Duílio Monteiro Alves, ao lado do zagueiro Marllon.

A humildade de Matheus também pôde ser vista quando ele foi perguntado sobre quem era sua referência no futebol.

"Wallyson, do ABC", disse, sempre com poucas palavras.

Para quem não sabe, Wallyson é um atacante de 29 anos que iniciou a carreira no ABC, e voltou agora por empréstimo. Ele despontou no Atlético-PR, passou pelo São Paulo Cruzeiro e Botafogo, até rodar por diversos clubes menores do país. É potiguar, assim como Matheus, que está apenas em sua primeira temporada como profissional. O exemplo do jogador que saiu de condições adversas para ganhar notoriedade no futebol certamente inspira o agora corintiano.

Matheus perdeu o pai há dois anos e virou o principal responsável por sustentar a família. Para isso, chegou a atuar em cinco jogos no mesmo dia.

"De manhã, eu jogava no ABC. À tarde, jogava fut-7. À noite, jogava futsal. Essa foi a forma de eu colocar a comida em casa. Tive uma oportunidade, graças a Deus agarrei e estou aqui", relembrou.

O jogador tem 1,87m e disse que era meia na base até ser testado como centroavante. É uma aposta do Corinthians para o futuro. O clube adquiriu 90% de seus direitos econômicos e deixou dez com o ABC. Matheus chegou em condição física abaixo do ideal, mas no primeiro treino fez um gol em Cássio.

Esporte