PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com Evander de 10, Vasco retoma antiga tradição em São Januário

20/02/2018 08h00

Conhecido por ser um clube que revela muitos jogadores em suas categorias de base, o Vasco está há um bom tempo sem formar um camisa 10. No elenco atual que disputa a Conmebol Libertadores, entretanto, o panorama é dessa situação mudar. Evander vem sendo fundamental na competição e assumiu este ano a 10, se juntando a outros três crias que também são titulares - Ricardo, Henrique e Paulinho.

O último jogador da base do Vasco que vestiu a 10 e teve sucesso foi Morais. No ano de 2006 ele chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira. Evander, nome da vez para a posição, está trilhando esse caminho. Aos 19 anos, ele quer repetir os passos de outros ídolos da história centenária do Cruz-Maltino, como Dinamite, Edmundo, Bismarck e Pedrinho.

- Como disse antes da nossa estreia na Libertadores, a responsabilidade de vestir a camisa 10 do Vasco é muito grande. Cresci no clube e sei que ela significa, bastante gente fez história com ela. Muitos jogadores gostariam de estar no meu lugar, então valorizo muito essa chance dada pelo professor Zé Ricardo. Tenho trabalhado forte demais para honrarr essa tradição do clube e colocar o meu nome na lista de grandes atletas que já usaram esse número - afirmou Evander.

Evander chegou para a base do Vasco em 2007, sendo promovido ao profissional de São Januário em 2016. As suas estatísticas atuando com a camisa 10 são consideradas importantes. Em dez jogos, o Vasco obteve sete vitórias, dois empates e apenas uma derrota, com um aproveitamento total de 76%. É a melhor marca de um jogador com a camisa 10 no século 21.

- Para falar a verdade, não sabia desses números, mas fico feliz com eles. Isso mostra que estou fazendo um bom trabalho, voltando a mostrar o futebol que sempre mostrei nos tempos da base. Tudo que está acontecendo é fruto do grande momento do grupo. Está todo mundo se ajudando, se dedicando, como uma verdadeira família. Estamos passando por uma boa fase e não queremos que ela acabe tão cedo - finalizou a cria da base do Vasco.

Esporte