PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Empate deixa Criciúma otimista por recuperação no Catarinense

19/02/2018 15h45

O Criciúma atravessa uma situação complicada no Campeonato Catarinense. Com nove pontos acumulados, a equipe segue estagnada na nona colocação e o empate sem gols contra o Hercílio Luz acabou se tornando um alívio para os jogadores, que buscam uma resposta otimista para reagir na competição. Confiante, o zagueiro Sandro reforça que o time vem realizando um trabalho duro em busca de bons resultados.

- Foi um ponto valioso, torcedor e a gente queria a vitória, mas foi de suma importância para nossa sequência. A gente não quer de maneira nenhuma essa situação (zona de rebaixamento). Estamos fazendo o trabalho da melhor forma possível. Fazendo todo o possível - explicou.

A condição do gramado do estádio Aníbal Costa também entrou em pauta e foi apontada como uma das causas para o desempenho fraco do Criciúma. De acordo com Wallacer, o campo danificado dificultou a criação de jogadas e toques de bola entre os atletas.

- Nossa equipe trabalha a bola, sabe que no Catarinense vai encontrar campos e jogos assim. Quando não dá na técnica, tem que ser na vontade e disposição. Não veio a vitória, mas esse pontinho vai fazer a diferença lá na frente. A equipe está na crescente - disse - Vamos fazer um grande jogo na quarta-feira. Vamos continuar trabalhando, segredo do futebol é isso - concluiu Wallacer.

Nesta quarta-feira, o Criciúma recebe o Cianorte às 20h30, no Heriberto Hülse, pela terceira fase da Copa do Brasil. Caso avance na competição, o clube catarinense receberá R$ 1,4 milhão de premiação da CBF.

Esporte