PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após revés, Enderson diz que 'placar não condiz com o que foi o jogo'

19/02/2018 15h26

Depois de ser derrotado pelo Cruzeiro na quinta rodada do Campeonato Mineiro, o América sofreu sua segunda derrota na temporada em mais um clássico. Contra o Atlético-MG, a equipe sofreu o revés de 3 a 0 e se manteve na vice-liderança da competição, mas com a pressão da proximidade do Atlético. Mesmo com o resultado negativo, o técnico Enderson Moreira acredita que a equipe teve um bom desempenho, mas admite que a estratégia do rival foi prejudicial ao Coelho.

- É natural ter dificuldades quando o adversário se propõe a jogar do meio para trás. A gente teve o controle do jogo, mas com dificuldades para terminar as jogadas. Tivemos alguns lances de bom trabalho, chegando à linha de fundo com certa qualidade, mas erramos no último passe. Era um jogo difícil, de um time que tentava construir contra outro que buscava os contra-ataques. A gente não pode vacilar, e eles têm muita qualidade, então, quando tiveram as oportunidades, mataram a partida.

Ainda abalado com a derrota, que reduziu as chances de a equipe chegar à liderança da primeira fase do Campeonato Mineiro, o treinador diz que o resultado da partida não condiz com o desempenho do time dentro de campo.

- Eu não consigo falar se a vitória foi ou não foi justa, porque o futebol em si já é muito injusto, é um esporte que acontece a injustiça muitas vezes. Mas eu não acho que o Atlético teve supremacia em relação a nós, para mim isso é claro. Eu acho que o placar não condiz com o que foi o jogo.

Com 13 pontos na competição, o América-MG sofre com a pressão de estar a seis pontos de distância do líder Cruzeiro e pelo fato de o Atlético estar na cola, acumulando 11 pontos. O próximo compromisso do Coelho é nesta sexta-feira contra a Tombense, às 20h30.

Esporte