PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Apesar de derrota para Chape, substituto de Claudinei Oliveira valoriza equipe azurra

18/02/2018 20h44

Diante da Chapecoense, coube a Evando a responsabilidade de comandar o Avaí, já que Claudinei Oliveira foi expulso na partida contra o Brusque. No duelo contra a Chape, neste domingo, o Avaí saiu derrotado por 1 a 0.

Apesar do resultado desfavorável, Evando valorizou a equipe do Leão da Ilha. O auxiliar fez questão de mostrar confiança na recuperação da equipe no estadual.

- Dá para virar a história, o Avaí faz coisa. Temos uma equipe com 20 atletas da base no elenco e é um time em formação. Estamos lançando garotos. Nosso ataque hoje foi todo formado no clube. Com os meninos, o torcedor pode esperar sempre muita dedicação, isso não vai faltar - disse Evando.

Em terceiro lugar na tabela de classificação do Campeonato Catarinense, o Avaí está a seis pontos da Chapecoense, vice-líder da competição. Após a derrota, Evando pediu o apoio da torcida na Ressacada.

- No returno, o Figueirense joga três clássicos fora de casa e um lá dentro. Dentro é contra a gente e gostamos de ganhar lá, com todo o respeito. O torcedor do Avaí nunca desiste de nada e peço ao torcedor que siga vibrante, que acredite no Avaí, fomos campeões em 2012 com uma arrancada no fim. Por natureza do clube, tem que acreditar, isso aqui é raça - afirmou o auxiliar.

O Avaí volta a atuar na quinta-feira, às 19h15, pela segunda fase da Copa do Brasil, diante do Juventude. O compromisso no Catarinense será no domingo, às 17h, quando recebe o Inter de Lages no estádio da Ressacada.

Esporte