PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Guerra aproveita chance e é mais um "obstáculo" para Scarpa ser titular

16/02/2018 07h05

Gustavo Scarpa certamente integra a maioria das infinitas combinações de "time ideal" que habitam a imaginação do torcedor do Palmeiras desde a pré-temporada. Para Roger Machado, porém, o meia ainda "vai ter que procurar o seu lugar".

A situação, no entanto, reflete muito mais a atual fase dos concorrentes do que propriamente Scarpa. O técnico o enxerga preferencialmente como um meia-atacante pelo lado direito. Esta posição é, por méritos, de Willian. No empate por 2 a 2 com o Linense, quem jogou por ali foi Guerra, que aproveitou bem a chance e agradou.

"O Guerra foi muito bem, deu uma dinâmica boa pelo lado do campo. Eu disse antes do jogo que ele seria agudo pelo lado, mas que também apareceria articulando por dentro. Foi assim no primeiro gol do Miguel. Ele veio do lado para a parte interna e conseguiu um belo lançamento", elogiou Roger, citando a assistência do venezuelano para o primeiro dos dois gols de Borja.

Foi a primeira partida de Guerra como titular em 2018. Com uma vantagem confortável na classificação, Roger decidiu dar minutos a quem vem jogando pouco. Ao dar oportunidade ao camisa 18 antes de Scarpa, deixou evidente um de seus maiores cuidados neste início de ano: ser justo para manter todos os atletas motivados. Abriu espaço primeiro para quem está no elenco desde o ano passado e treinando com o grupo desde o início dos trabalhos. Scarpa chegou depois.

"Hoje dei oportunidade ao Guerra. O Willian ficou como alternativa, mas tem sido o titular. O Scarpa vai ter que procurar o seu lugar. Inicialmente, o Willian é o jogador aberto pelo lado", disse o comandante.

Scarpa foi utilizado em apenas três jogos, sempre entrando no segundo tempo, mas já exibe algumas de suas credenciais. Contra o Linense, criou três oportunidades para Borja ao longo dos 26 minutos em que esteve em campo, todas em cruzamentos - o colombiano exigiu boas defesas do goleiro Victor Golas nas duas primeiras e desabou na área na terceira.

Em seus primeiros 12 minutos de jogo, Scarpa atuou aberto pelo lado direito na linha de três armadores, exatamente onde estava Guerra. Quando Lucas Lima saiu, Scarpa passou a ocupar a faixa central do gramado e apareceu até pela esquerda. "Ele faz bem as três funções de meio", explicou o treinador.

O Palmeiras volta a jogar domingo, às 19h30, contra a Ponte Preta. Roger não adiantou se vai fazer novos testes ou se vai escalar o seu time-base, com Willian de volta.

Esporte