PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Eurico Miranda questiona inquérito e comemora decisão sobre o 'caso HD'

28/11/2017 19h54

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, comentou sobre o inquérito aberto na Delegacia de Defraudações da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, pela delegada Patrícia de Paiva Aguiar, para apurar possíveis irregularidades na eleição do Cruz-Maltino. Intimado para presta esclarecimentos nesta quarta-feira, o mandatário disse que entregou tudo que foi solicitado e nem sabe o motivo de ter sido chamado para depor. Ele também contestou o fato de Patrícia ter convocado uma coletiva para falar do caso que estaria sob sigilo.

- Tenho muito tempo nisso. Não me lembro de ver uma coletiva dizendo que tem um inquérito, indícios... Nem sabemos que denúncia é. Irregularidades, que eu estaria sendo convocado... Não sei o motivo de ser convocado. Prestar esclarecimento sobre o quê? Não sei. Esse inquérito estaria sob sigilo. E ela vai e convoca coletiva - rebateu Eurico, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, estranhando que isso tenha acontecido justamento no dia em que a Justiça negou a perícia em um HD do clube com os dados de sócios.

- Tinha um julgamento hoje sobre um HD que tinha sido apreendido de forma irregular, era uma prova ilícita. Não podia ter outra decisão que não fosse a que tivemos hoje. Aí no mesmo dia temos uma entrevista de uma delegada de polícia - completou.

O presidente reclamou que em uma semana decisiva para o time na briga pela Libertadores (o Vasco depende só de suas forças contra a Ponte), o assunto que toma o noticiário seja a política do clube. Ele questionou os interesses por trás disso.

- Precisamos de explicações sobre o que está acontecendo. Lá atrás falamos que o objetivo era Libertadores, e 99% achavam que era bravata. Com todas as dificuldades que atravessamos, o Vasco está perto da Libertadores. E nessa semana decisiva o assunto não é esse. O assunto é outro. Não sei o motivo, os interesses - disse o dirigente, alegando que isso tem como objetivo atrapalhar os planos do Vasco.

- Essas coincidências que estão acontecendo, que vem lá de trás, só tinha um objetivo: que o Vasco não alcançasse o objetivo que foi traçado. E o Vasco aconteceu e continuamos com o objetivo. Por isso eu coloquei no início: é contra tudo e contra todos, e rumo à Libertadores.

Esporte