PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Willian entra, deixa o seu gol e frustra o Liverpool mais uma vez

25/11/2017 17h31

A noite parecia ser de Salah, que jogou contra a sua ex-equipe, marcou um gol e se tornou o artilheiro isolado do Campeonato Inglês. Mas havia a estrela de um brasileiro no caminho. Neste sábado, o Liverpool sofreu mais um frustrante empate, desta vez no clássico diante do Chelsea, por 1 a 1, no Anfield, pela 13ª rodada. Willian saiu do banco e deixou tudo igual, já nos minutos finais.

Os Reds, pela Liga dos Campeões, vinham de 3 a 3 após estarem triunfando por 3 a 0. Mais uma vez, um ponto com gosto amargo para Jürgen Klopp e companhia, que ultrapassariam o Tottenham e encostariam nos próprios Blues em caso de vitória (também derretida nos minutos finais). Agora, ainda em quinto, estão com 23, enquanto os londrinos passam a ter 26, em terceiro.

O JOGO

Movimentado, travado e com poucas oportunidades claras. A primeira etapa teve um maior volume do Liverpool, o que deixou Antonio Conte mais agitado do que nunca à beira do campo. Por falar no treinador italiano, ele optou por uma escalação conservada, com Bakayoko, Kanté e Drinkwater à frente da linha defensiva de três.

As melhores chances, no entanto, foram criadas pelos Blues, tudo dentro do planejado. Mignolet teve trabalho para parar o ataque rival e gritar com a sua defesa, que, mais uma vez, bateu cabeça em lances aéreos. Do outro lado, Salah foi quem mais criou perigo, mas teve que esperar para ir rumo à rede pela décima vez na competição.

O segundo tempo iniciou como terminou o primeiro, o mesmo cenário. Mas não por muito tempo. Em triangulação de manual, Philippe Coutinho passou para Oxlade-Chamberlain, que rolou para Salah: agora sim, rede. Na comemoração, o egípcio foi discreto e fez questão de demonstrar respeito à sua ex-equipe - cuja passagem se deu em 2013/14 e foi discreta.

Como resposta, Conte lançou Fàbregas, Pedro e Willian a fim de montar uma blitz em busca do empate. Jürgen Klopp, por sua vez, indicou que a melhor opção seria explorar a velocidade nos contra-ataques. No duelo de estratégias, melhor para o Chelsea.

Já na faixa dos 40, o time londrino chegou ao empate com Willian, que teve a iniciativa de jogada individual e, em um misto de lançamento com chute, encobriu Mignolet, que vacilou. Salah ainda teve outras chances para fazer mais um, porém o empate se manteve, o que foi comemorado pelos visitantes.

Esporte