PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em casa! Kaká visita o Milan e confirma possibilidade de virar diretor

Kaká pode voltar para o Milan, desta vez como dirigente -
Kaká pode voltar para o Milan, desta vez como dirigente

23/11/2017 12h19

Em visita à sede do Milan, Kaká deixou o futuro em aberto e destacou a importância que o time italiano teve em sua carreira profissional. Nesta quinta-feira, antes do jogo da equipe italiana contra o Austria Viena, o brasileiro confirmou o convite que recebeu para ser diretor no clube rossonero, como publicou a coluna De Primeira.  Após anunciar o adeus ao Orlando City, ele foi sondado também para voltar a jogar pelo São Paulo, porém, o jogador ainda não definiu se vai seguir a carreira dentro de campo.

"É muito especial voltar aqui depois de três anos. Eu fui e sempre serei do Milan, com o Milan no meu coração. Estou feliz de encontrar (Marco) Fassone (CEO do clube) porque estou em um momento pessoal especial e ainda vou decidir o que farei de grande", disse o meia de 35 anos.

"É especial ter a chance de se tornar um diretor no Milan", completou.

Kaká teve duas passagens pelo Milan. A primeira (de 2003 a 2009), e mais marcante, o tornou ídolo da torcida de Milão, quando chegou a ser eleito o melhor jogador do mundo, em 2007, e levou o Milan ao último título de Liga dos Campeões. A segunda se deu em 2014 - e durou apenas 37 partidas.

O Milan atual está pressionado e, sob a observação do ídolo Kaká, entrará em campo nesta quinta-feira, quando receberá o Austria Viena, pela quinta rodada do Grupo D da Liga Europa, a partir de 18h05 (de Brasília). O time do pressionado Vincenzo Montella se garante na próxima fase em caso de empate.

Esporte