PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Na luta pelo G7, Vasco busca agora fora de casa tirar prejuízo de tropeços

16/11/2017 07h30

Na luta por uma vaga na Libertadores de 2018, o Vasco teve duas grandes oportunidades de entrar no G7 do Brasileirão. O time disputou dois jogos seguidos em casa, contra São Paulo e Atlético-MG, com direito a reencontro com sua torcida em São Januário. No entanto, não aproveitou, acabou empatando as duas por 1 a 1, e agora terá que tirar esse prejuízo em dois duelos consecutivos fora, contra Atlético-PR e Cruzeiro.

Porém, o discurso no Vasco é o de não jogar a toalha pela classificação. Segundo o técnico Zé Ricardo, os jogadores precisam descansar após o jogo contra o Galo e depois buscar os pontos perdidos fora de casa.

- Temos que descansar agora e buscar recuperar esses pontos que deixamos em casa, fora - disse o treinador.

Zé entende o sentimento de frustração da torcida e disse que esse também o do grupo pela expectativa que foi criada. Afinal, a equipe vem subindo na tabela desde a sua chegada e tornou realidade a briga por uma vaga na competição continental. O treinador prega confiança e garante que o Vasco tem condições de ter boas atuações também fora de casa e conseguir se recuperar dos tropeços.

- Quando chegamos, o Vasco estava em 14º lugar. Só subiu na tabela. Essa perspectiva foi aumentando por culpa nossa, conseguimos fazer o resultado. Mas, logicamente, você cria expectativa e se frustra. Mas o grupo mostrou que pode jogar dentro e fora de casa com o mesmo rendimento - comentou Zé.

Um jogo que pode servir de exemplo para o Cruz-Maltino para esta missão é o duelo contra o Santos. Em plena Vila Belmiro, contra o até então vice-líder do Brasileirão, o Vasco saiu atrás, mas conseguiu a virada nos minutos finais. Na partida, o time de Zé Ricardo teve boa atuação e não se intimidou por estar jogando longe dos seus domínios.

Esporte