PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pratto fica no Reffis e fará teste de raciocínio antes de treinar no campo

30/08/2017 11h55

Lucas Pratto está bem depois de receber pancada na cabeça e desmaiar no clássico de domingo, contra o Palmeiras, mas ainda não tem liberação para trabalhar no campo. O camisa 9 realizou treinos leves no Reffis nesta manhã de quarta-feira e passará por um teste de raciocínio antes de poder se exercitar sem restrições.

O jogador fez treinamento com peso e na bicicleta, e repetirá a programação na manhã de quinta-feira. Na tarde de quinta, fará um teste de agilidade de raciocínio, chamado de exame de concussão. Se for aprovado, treinará na sexta-feira com o elenco, mas sem contato físico.

A expectativa é de que o argentino volte a treinar sem nenhuma limitação na segunda-feira e não seja desfalque contra a Ponte Preta, no dia 9. Uma rápida recuperação para quem ficou desacordado por cerca de um minuto no domingo após acertar a cabeça no joelho de Hernanes, saiu do campo do Allianz Parque de ambulância e ficou 24 horas internado, em observação.

- Com a força que foi a pancada e como foi a situação, deixando todos preocupados, quero agradecer a Deus. Não tenho nenhuma lesão grave nem nada. Só precisarei ficar quieto por alguns dias para que a cabeça volte a se estabilizar um pouco. Estou sem dor de cabeça nem na coluna, só no pescoço, mas é muscular, nada grave. Só quero agradecer aos médicos, que me ajudaram muito, e a todos que ficaram preocupados e pediram a Deus para que ficasse tudo bem - disse Pratto, que apareceu no campo para atender a imprensa e se recorda bem da jogada em que se machucou.

- Lembro de tudo, não tive amnésia nem nada, o que é bom. A última coisa que lembro é que alguém chutou, acho que foi o Willian, peguei a bola, levantei a bola, a vi voltando e, quando fui afastar de novo, apaguei. Depois, acordei no gramado com o doutor (José) Sanchez e meus companheiros tentando me ajudar - falou o argentino.

Esporte