PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Admissão e desabafo: Jadson e Paulo Roberto explicam gol e dia corintiano

25/06/2017 20h00

Além do goleiro Cássio, que garantiu a vitória ao defender duas chances incríveis de Luan já nos minutos finais, a vitória do Corinthians contra o Grêmio teve dois outros personagens importantes: Paulo Roberto, que fez a jogada e o passe do gol, e Jadson, que estufou as redes passando a bola por baixo das pernas de Marcelo Grohe. O camisa 10, decisivo para o resultado que coloca o Timão quatro pontos à frente do Tricolor gaúcho no Brasileirão, disse após o apito final que não era exatamente aquilo que pretendia. Até era, mas não do jeito que saiu.

- A perna esquerda não é a minha boa, nem queria chutar entre as pernas do Grohe. Mas deu certo. O que importa mesmo é quando a bola entra no gol - admitiu Jadson, enquanto Paulo Roberto explicou a jogada que resultou no passe, que antes de chegar ao camisa 10 ainda passou por Jô, que errou o domínio.

- Vi um clarão muito grande no meio deles, escutei o Jô gritando e consegui dar o passe para o gol. É muito importante - falou o volante.

A tarde de domingo, aliás, foi especial para Paulo Roberto. Ele só começou jogando contra o Grêmio porque o titular Gabriel estava suspenso, mas aproveitou a chance. No primeiro tempo, ele deu uma arrancada que deixou Geromel no chão e quase abriu o placar para o Corinthians. Na etapa complementar, em nova jogada de qualidade técnica, conseguiu o passe para o meio da área que Jô não aproveitou, mas Jadson concluiu aos seis minutos do segundo tempo. Para ele, que chegou contestado ao Timão, o jogo contra o Grêmio é símbolo da volta por cima.

- O mundo dá voltas. Não estou aqui para provar nada para ninguém. Quero provar para mim mesmo que posso jogar bem ao lado de grandes jogadores e no Corinthians. Estou ciente do que posso fazer, onde posso agregar. Eu tenho esse estilo de jogo, de chegar ao ataque. Fico feliz, acho que cumpri bem minha responsabilidade.

Esporte