Comissão técnica do Corinthians aprova Viña, mas negócio é complexo; entenda

A comissão técnica do Corinthians aprovou o lateral esquerdo Matías Viña, que foi oferecido ao clube. Mano Menezes e companhia entendem que o jogador poderia ajudar a equipe a partir de 2024, mas o negócio é visto como complexo pela diretoria.

Viña tem seus direitos econômicos ligados a Roma, mas atualmente está emprestado ao Sassuolo. Antes disso, o uruguaio de 26 anos passou por um período de empréstimo no Bournemouth, da Inglaterra.

Para tirar o lateral do Palmeiras em meados de 2021, a Roma desembolsou 13 milhões de euros (R$ 80 milhões na cotação da época). Viña assinou contrato com o clube italiano até junho de 2026.

Tendo em vista o alto investimento feito pela Roma, o Corinthians teria que desembolsar um alto valor para adquirir Viña em definitivo. Além disso, o empréstimo do atleta junto ao Sassuolo, onde é titular absoluto, é válido até meio de 2024,

A lateral esquerda é uma posição observada com carinho pela nova diretoria de futebol do Timão, chefiada por Augusto Melo. Hugo em breve dever anunciado, mas não possui status de titular, enquanto Matheus Bidu não agradou ao longo de 2023.

O clube deve seguir intensificando suas buscas, tanto no mercado nacional como internacional. Matías Viña, neste momento, é apenas um nome que agrada.

Veja números de Viña pelo Sassuolo:

15 jogos (13 como titular)

3 assistências

Continua após a publicidade

2 cartões amarelos

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes