Rueda atrasa pagamento de salário de jogadores e funcionários do Santos

A crise no Santos parece não ter fim. Após o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o presidente Andres Rueda atrasou o pagamento de salários dos jogadores e funcionários do clube.

Os vencimentos são pagos até o quinto dia útil do mês. Até esta sexta-feira, sexto dia útil de dezembro, o mandatário ainda não depositou os valores devidos nas contas dos funcionários.

A informação foi inicialmente divulgada pelo De Olho no Peixe e confirmada pela Gazeta Esportiva.

O Alvinegro Praiano ligou um alerta financeiro depois da queda para a Segunda Divisão do Brasileirão. Isso porque o clube, que possui uma dívida de quase R$ 800 milhões, não recebeu nenhuma premiação da CBF.

Além disso, a equipe não irá disputar a Copa do Brasil em 2024 e não terá nenhuma competição internacional. Ano que vem, o Santos jogará apenas o Campeonato Paulista e a Série B.

A folha salarial, inclusive, também é uma preocupação. No terceiro trimestre de 2023, houve um aumento de 10,53% na folha salarial do clube (com encargos) em relação ao que foi gasto no trimestre anterior.

Durante a sua gestão, Andres Rueda cumpriu quase todos os pagamentos de salário na data certa. Esse é o seu último mês no mandato. Neste sábado, haverá eleições para definir quem será o novo presidente do clube.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes