Após rebaixamento, Caiçara aposta em mudança de gestão para Santos dar a volta por cima

Apesar do pouco tempo de Santos, Júnior Caiçara utilizou as suas redes sociais nesta sexta-feira para expressar a sua dor com a queda do clube para a Série B do Campeonato Brasileiro. O lateral direito afirmou que sofreu muito ao longo destes últimos meses.

"Eu vivi intensamente esse último semestre dentro desse clube e sofri angustiado em diversos momentos de derrotas, gols sofridos e sem ter uma resposta rápida para toda essa situação ocorrida. O sentimento é de profunda tristeza por ver tudo isso acontecer sob meus próprios olhos", disse.

Continua após a publicidade

Ver essa foto no Instagram

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O defensor de 34 anos, entretanto, mostrou convicção de que o Peixe dará a volta por cima. Ele acredita que a mudança de gestão fará bem ao clube. Neste sábado, haverá eleições para definir quem será o novo presidente.

"Os problemas, sim, eles seguem. Porém, eu tenho plena confiança que, com as pessoas certas e capacitadas em seu comando, com novas estruturas, com uma nova forma de pensar e gerenciar o futebol, estaremos prontos para ser o time da virada e juntos, comemoraremos não só um passado, mas um presente de glórias", salientou.

Caiçara chegou ao Santos em agosto. Desde então, ele disputou apenas cinco jogos com a camisa alvinegra, sendo um como titular.

Veja o texto de Júnior Caiçara na íntegra:

Continua após a publicidade

Para mim, a frase: "Santos é o time da virada!" nunca fez tanto sentido.

Para mim, esse nosso lema diz tudo sobre o futuro que está por vir.

Antes de vir aqui publicamente escrever algo, refleti demais desde que ocorreu o rebaixamento.

Tenho consciência que palavras não irão apagar o que passou com nosso time em 2023.

Sei também que é o pior momento de nossa história.

Eu vivi intensamente esse último semestre dentro desse clube e sofri angustiado em diversos momentos de derrotas, gols sofridos e sem ter uma resposta rápida para toda essa situação ocorrida. O sentimento é de profunda tristeza por ver tudo isso acontecer sob meus próprios olhos.

Continua após a publicidade

Vivendo o Clube diariamente, eu posso afirmar que o Santos nunca deixará de ser GIGANTE.

Os problemas, sim, eles seguem. Porém, eu tenho plena confiança que, com as pessoas certas e capacitadas em seu comando, com novas estruturas, com uma nova forma de pensar e gerenciar o futebol, estaremos prontos para ser o time da virada e juntos, comemoraremos não só um passado, mas um presente de glórias.

Neste momento, a frase que levo para mim e que faço questão de transmiti-la todos os dias é: "Santos é o time da virada!".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes