Suárez exalta força coletiva do Grêmio e se despede: 'deixei tudo dentro de campo'

A vitória do Grêmio sobre o Vasco por 1 a 0, em Porto Alegre, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi o último jogo de Luis Suárez na Arena. O atacante, que marcou o gol da vitória, agradeceu o apoio dos companheiros de time e se despediu da torcida presente no estádio.

"O que o Suárez fez pelo Grêmio se dá muito pelo que o time fez: trabalhou muito, ganhou jogos juntos e isso precisa ser dito. Meu trabalho é fazer o melhor para meu time. Hoje foi um dia especial, ganhamos em casa, com a nossa torcida", disse o atleta ao Premeire.

"Agradeço o carinho e a confiança. O Suárez vai embora, mas deixou tudo que tinha que deixar dentro de campo, sempre o melhor possível", completou.

Ainda, Luisito falou sobre o aprendizado que teve jogando esta temporada no Brasil após experiências na Europa. Segundo o centroavante uruguaio, o Brasileirão é a liga mais difícil da América do Sul e citou o carinho das demais torcidas brasileiras.

"Sempre tem algo a mais para se aprender. Acho que aqui na América do Sul, é a (liga) mais difícil. São muitos jogos. Mas temos que ter tranquilidade para sempre entregar o melhor para o Grêmio, seja com dor ou sem dor. Meu trabalho é jogar futebol", falou.

"Sempre vou lembrar o que passei aqui. O carinho das outras torcidas foi importante para que eu me sentisse confortável aqui no Brasil. Todos os momentos foram especiais, mas o começo foi legal, comecei fazendo três gols e terminei agora fazendo gol", completou.

Mais de 50 mil gremistas foram à Arena Grêmio para acompanhar a última partida de Luis Suárez no estádio. Agora, a provável despedida oficial do atacante deve ser no duelo desta quarta-feira contra o Fluminense, no Maracanã, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O Imortal busca uma vaga direta na Libertadores de 2024.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes