Seleção Brasileira feminina promove campanha pelo fim da violência contra as mulheres em amistoso contra o Japão

A Seleção Brasileira feminina promoveu importante ação antes do início do amistoso contra o Japão, disputado na manhã deste domingo (3), no Morumbi. As jogadoras do Brasil entraram em campo vestindo uma vestindo camisa de campanha pelo fim da violência contra as mulheres.

As roupas estavam estampadas com as frases "O silêncio não protege", na frente, e "Denuncie. Ligue 180", no verso. A mensagem também esteve presente na placa com a qual as atletas posaram antes da partida.

A campanha foi uma iniciativa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Neoenergia, com o objetivo de alertar sobre o problema e incentivar a procura por ajuda, através do número 180 - a central nacional de atendimento à mulher.

"Nós, da CBF, apoiamos firmemente as manifestações que promovem o direito das mulheres e destacamos a importância crucial de denunciar quaisquer formas de violência aos canais específicos. Acreditamos que, juntos, podemos construir um ambiente seguro e respeitoso para todas as mulheres no esporte e na sociedade como um todo", afirmou o presidente Ednaldo Rodrigues.

Dentro de campo, porém, o resultado não foi o desejado. A Seleção Brasileira foi derrotada por 2 a 0, com gols de Minami e Mina Tanaka, ainda no primeiro tempo. Na quinta-feira (30), no primeiro encontro entre Brasil e Japão, as brasileiras saíram vitoriosas por 4 a 3, com gol marcado nos acréscimos.

Agora, a Amarelinha tem dois dias para se preparar para o próximo amistoso, na quarta-feira (6), contra a Nicarágua. A bola rola às 18 horas (de Brasília), na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Continua após a publicidade

? Seleção Feminina de Futebol (@SelecaoFeminina) December 3, 2023

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes