Endrick pede pés no chão após vitória do Palmeiras: "Podem fazer 10 a 0 e tirar nosso título"

O atacante Endrick ainda não comemorou o iminente título do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, mesmo após a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, neste domingo, no Allianz Parque. Com o resultado, o Verdão só perderá a taça no caso de uma combinação improvável de resultados na última rodada.

Para garantir a conquista, sem depender dos outros, a equipe de Abel Ferreira precisa de um simples empate. Ainda que o time seja derrotado para o Cruzeiro, no Mineirão, os outros postulantes ao título, Flamengo, Atlético-MG ou Botafogo, não a ultrapassariam no número de vitórias. Com isso, eles precisariam tirar uma larga vantagem no quesito saldo de gols.

Apesar de estar com uma mão no troféu, Endrick pediu pés no chão e lembrou que um dos concorrentes ainda podem ficar com o título.

"Dedico esse prêmio para minha família, devo tudo a eles. Se Deus quiser, vou dar mais troféus para eles. A gente sabe, a torcida é assim, eles gritam é campeão, mas a gente sabe como é o Campeonato Brasileiro, pontos corridos, sabemos da força do Galo e do Flamengo. A gente não pode deixar isso subir para a cabeça, temos que manter os pés no chão, para mim não tem nada ganho. O Galo pode fazer 10 a 0 e a gente perder o título. Temos que seguir com os pés no chão, fazer um bom treino amanhã para enfrentar o Cruzeiro e, se Deus quiser, sacramentar a vitória lá", disse o camisa 9 ao Premiere após ser eleito o craque da partida.

Caso o Verdão confirme a conquista, entrará para a história por ter tirado uma enorme gordura do Botafogo na liderança. Endrick, por sua vez, afirmou que o time sempre acreditou na virada.

"Não tem o que falar desse time, vocês sabem o que a gente faz. Vocês sabem que a gente não abaixa a cabeça, mesmo quando perdemos, não desistimos nunca. A gente sempre corre atrás, sempre tenta virar. Foi assim no Brasileiro, vocês falavam que estava perdido para nós, mas a gente foi atrás. Claro que depois da eliminação foi difícil recomeçar, mas a gente conseguiu. O Abel é um cara fenomenal e o mérito desse trabalho é dele. É um dos melhores se não for o melhor treinador do mundo", declarou.

O duelo entre Palmeiras e Cruzeiro, que pode sacramentar o 12º título brasileiro do clube, está marcado para quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes