PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2022

Conmebol define arbitragem para os jogos de ida das oitavas da Libertadores

Conmebol define arbitragem do 1º jogo das oitavas da Libertadores - Manuel Velasquez/Getty Images
Conmebol define arbitragem do 1º jogo das oitavas da Libertadores Imagem: Manuel Velasquez/Getty Images

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

24/06/2022 20h34

Classificação e Jogos

A Conmebol divulgou na noite de hoje as comissões de arbitragem responsáveis pelas partidas de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Raphael Claus, Danilo Manis, Rodrigo Figueiredo, Wilton Pereira Sampaio, Bruno Pires e Bruno Boschilia são os representantes brasileiros nesta sequência de jogos.

Fazendo o primeiro duelo fora de casa, o Atlético-MG enfrenta o Emelec-EQU na próxima terça-feira (28) no Equador sob o apito do argentino Fernando Rapallini, que terá a assistência dos compatriotas Juan P. Belatti e Diego Bonfa. O árbitro de vídeo ficará por conta de Victor Carrilo, do Peru.

No confronto entre Corinthians e Boca Juniors-ARG, também na terça-feira, o trio será chinelo. Roberto Tobar apitará, enquanto Christian Schiemann e Cláudio Rios auxiliam. Juan Soto, da Venezuela, comanda o VAR.

Já na partida entre Cerro Porteño-PAR e Palmeiras, que acontecerá na quarta-feira (29), o árbitro será Wilmar Roldan e seus assistentes serão Alexander Guzmán e Wilmar Navarro, todos da Colômbia. O árbitro de vídeo fica por conta do argentino Mauro Vigliano.

Também na quarta, o Flamengo enfrenta o Tolima-COL, na Colômbia. No apito fica o venezuelano Jesus Valenzuela e nas bandeiras, Jorge Urrego e Túlio Moreno, ambos também da Venezuela. O VAR será comandado pelo uruguaio Andrés Cunha.

O Athletico-PR recebe o Libertad-PAR na Arena da Baixada, e a arbitragem do jogo terá o trio venezuelano Alexis Herrera, no apito, Carlos Lopez e Lubin Torrealba, como bandeiras. Jhon Perdomo, da Colômbia, será o VAR.

Por sua vez, no confronto de quinta-feira (30), entre Fortaleza e Estudiantes-ARG, no Ceará, o trio de arbitragem será uruguaio. Andrés Matonte fica no apito, enquanto Nicolas Taran e Martin Soppi ficam como auxiliares. Nicolas Gallo, da Colômbia, comandará o VAR.

Brasileiros no apito

O trio formado pelo árbitro Raphael Claus e os bandeiras Danilo Manis e Rodrigo Figueiredo será responsável pelo confronto argentino entre Vélez Sarsfield e River Plate, na quarta-feira. O outro trio brasileiro, que conta com Wilton Pereira Sampaio, no apito, e Bruno Pires e Bruno Boschilia, na assistência, fará o outro jogo sem a presença de equipes do Brasil —Talleres e Colón, ambos da Argentina.