PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fifa pune Hungria por 'comportamento racista de vários torcedores'

Sterling comemora o primeiro gol da Inglaterra contra a Hungria - REUTERS
Sterling comemora o primeiro gol da Inglaterra contra a Hungria Imagem: REUTERS

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

21/09/2021 12h39

Classificação e Jogos

A Fifa anunciou, nesta terça-feira, uma punição à Federação Húngara de Futebol. A ação está relacionada ao "comportamento racista de vários torcedores" durante a partida contra a Inglaterra, em 2 de setembro, pelas Eliminatórias Europeias para a Copa.

Em nota, a entidade máxima do futebol afirmou que a Seleção Húngara disputará suas duas próximas partidas de competições da Fifa como mandante com portões fechados. Em caso de reincidência dos gestos racistas nos dois anos seguintes, a equipe seria novamente punida. Além disso, foi aplicada uma multa de 200 mil francos suíços (R$ 1,15 milhão).

A Inglaterra goleou a Hungria e lidera o Grupo I das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

De acordo com o texto publicado, a Fifa levou em consideração "todas as circunstâncias do caso, especificamente a seriedade dos incidentes (palavras e ações racistas, lançamento de objetos ao gramado, fogos de artifício e escadas bloqueadas)."

"As posições da Fifa seguem firmes e resolutas em rejeitar qualquer forma de racismo e violência, bem como qualquer outra forma de discriminação ou abuso. A Fifa adota uma postura de tolerância zero contra tal comportamento abominável no futebol", conclui.

Os jogadores negros Jude Bellingham e Raheem Sterling ouviram gritos racistas na vitória da Inglaterra sobre a Hungria, por 4 a 0, em Budapeste. Na ocasião, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, condenou o comportamento, classificando-o como "totalmente inaceitável". Os atletas ingleses também foram vaiados antes do apito inicial, pois se ajoelharam para realizar o ato antirracista.

Esporte