PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente do Botafogo rechaça virada de mesa no Campeonato Brasileiro

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

23/07/2021 11h37

O início das conversas para a criação de uma liga para administrar o Campeonato Brasileiro pode ser uma reviravolta no futebol nacional. Só que os rumores sobre uma virada de mesa aumentaram nos últimos dias.

O presidente Durcesio Mello foi até as redes sociais para rechaçar qualquer chance do Botafogo estar envolvido. O mandatário afirmou que os alvinegros vão voltar para a Série A no campo.

Atualmente, o Botafogo está mais próximo da zona de rebaixamento da Série B. No entanto, o clube acabou de trocar de comando e terá Enderson Moreira à frente da equipe até o fim da temporada.

Confira a nota oficial de Durcesio Mello:

Fui informado de notícias com especulações envolvendo movimentos para beneficiar o Botafogo e outros clubes grandes em uma futura competição. Então serei claro para encerrar o assunto: não existe a menor possibilidade de compactuar com qualquer iniciativa que tenha como finalidade, direta ou indireta, um benefício ao Clube que não seja pelo caminho do merecimento. Não queremos atalhos.

Valores e princípios são inegociáveis. O momento atual é de alerta, atenção e os desafios não são poucos. Há um esforço interno brutal para enfrentar as dívidas e oferecer uma estrutura para o futebol performar e conquistar o resultado que tanto esperamos, que é o retorno à Série A. A nossa mentalidade é trazer novas práticas, mesmo que soem ao torcedor como impopulares e não tragam frutos na velocidade esperada. É um caminho para construir um Botafogo diferente, com fidúcia, transparência, sem tráfego de influência e irresponsabilidades orçamentárias, como ocorreu por décadas.

Não estamos satisfeitos com o lugar da equipe na tabela. Cobranças são feitas diariamente e confiamos na liderança do Diretor de Futebol Eduardo Freeland e do novo técnico Enderson Moreira para nos ajudar nesse desafio. Entretanto, é no campo que vamos retornar à elite.

O propósito da Liga que o Botafogo defende direciona justamente para o caminho oposto das especulações. O novo projeto deve passar por uma nova Governança, com clareza nas propostas, conceito empresarial, isonomia e coletividade. Com credibilidade para atrair injeção econômico-financeira.

Nas reuniões que temos participado da Liga, com uma presença ativa do CEO Jorge Braga, a nossa principal ponderação é que os critérios atualmente utilizados para rateio são discutíveis e, claramente, têm demonstrado um desserviço ao produto futebol. O Botafogo pleiteia uma revisão e um processo de negociação desses valores de forma mais estruturada. Acreditamos no sucesso da Liga e estamos trabalhando para isso.

Durcesio Mello - Presidente

Futebol