PUBLICIDADE
Topo

Santos

Sánchez evolui rapidamente e antecipa planejamento do Santos

Carlos Sánchez em ação em treino do Santos no CT Rei Pelé - Ivan Storti/Santos FC
Carlos Sánchez em ação em treino do Santos no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti/Santos FC

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

23/06/2021 07h00

Classificação e Jogos

O Santos terá Carlos Sánchez à disposição pela primeira vez após 256 dias. O meia ficou quase nove meses afastado em função da cirurgia no joelho esquerdo para reconstruir o ligamento cruzado anterior.

À procura de ritmo de jogo, o uruguaio ficará no banco de reservas contra o Grêmio nesta quinta-feira, em Porto Alegre, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O planejamento do técnico Fernando Diniz é aumentar aos poucos a minutagem em campo para o jogador de 36 anos.

O cronograma do Santos, inclusive, previa Sánchez à disposição no início de julho. O meio-campista, porém, evoluiu dia após dia nos treinamentos e convenceu Diniz sobre estar pronto para voltar.

A transição de Carlos Sánchez foi cuidadosa: ele voltou a treinar com bola em abril, fez o primeiro coletivo em maio e participou de um jogo-treino no início de junho. Durante todo esse processo, passou por reequilíbrio e fortalecimento muscular.

Sánchez é admirado por Diniz e deve ser utilizado como meia, função desempenhada atualmente por Gabriel Pirani. O atleta renovou seu contrato até julho de 2023 recentemente.

Santos