PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Flamengo, Inter e Palmeiras dominam seleção do Brasileirão 2020; Claudinho faz história

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

26/02/2021 22h14

A Confederação Brasileira de Futebol premiou nesta segunda-feira os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro de 2020. A cerimônia foi realizada na sede da CBF, no Rio de Janeiro, respeitando todos os protocolos de saúde contra a proliferação do coronavírus.

O principal destaque da noite foi o meia Claudinho, do Red Bull Bragantino. O atleta de 24 anos foi eleito o craque e a revelação da competição, além de dividir a artilharia do torneio com o Luciano, do São Paulo, com 18 gols. Com isso, ele se tornou o jogador mais premiado desde que a entidade padronizou o "Craque do Brasileirão", em 2005. Até então, Jô, Fred e Keirrison eram os recordistas, com dois troféus cada.

"Passe muitas dificuldades na vida, como todos os jogadores e jogadoras, mas tudo que passei foi importante para viver o que estou vivendo hoje. Muito lisonjeado de estar entre tantos craques recebendo esse prêmio. Agradeço muito aos meus companheiros de equipe, staff e diretoria do Bragantino. Estou muito feliz em poder estar retribuindo com os prêmios. Espero ajudar minha equipe da melhor maneira possível e, se Deus quiser, voltar aqui no fim do ano para buscar mais prêmios", comentou.

SELEÇÃO DO BRASILEIRÃO

Diferente das últimas edições, a seleção dos melhores atletas do Nacional de 2020 ficou bem dividida entre os clubes. Flamengo, Internacional e Palmeiras são os times com mais representantes, com dois cada. Além destes, Atlético-MG, Ceará, Corinthians e Santos tiveram um nome cada. Já o São Paulo, que liderou o campeonato por oito rodadas, não teve nenhum jogador.

Portanto, os 11 melhores do Brasileirão de 2020 são: Weverton (Palmeiras); Fagner (Corinthians), Gustavo Gómez (Palmeiras), Victor Cuesta (Inter) e Guilherme Arana (Atlético-MG); Edenílson (Inter), Gerson (Flamengo), Claudinho (Red Bull Bragantino) e Vina (Ceará); Marinho (Santos) e Gabigol (Flamengo).

MELHOR TÉCNICO

Abel Braga foi eleito o melhor treinador do Campeonato Brasileiro. O comandante levou o Inter a nove vitórias seguidas, um recorde na era dos pontos corridos, e lutou pelo título até a última rodada.

"É como se eu estivesse representando todos os meus colegas de profissão. Foi um ano muito atípico, de extrema dificuldade, onde todos tiveram que se reinventar. Presidente de clubes, treinadores, jogadores...o plano B tinha que surgir muito rápido, ninguém estava preparado. Foi muita luta. Esses atletas foram excepcionais. Eu me sinto honrado por este troféu", disse.

ARTILHARIA

A artilharia desta temporada ficou dividida entre dois jogadores: Luciano, do São Paulo, e Claudinho, do Bragantino, ambos com 18 gols. A briga pela chuteira de ouro, inclusive, foi bem acirrada. Até a última rodada, os dois premiados estavam empatados com Marinho, do Santos, e Thiago Galhardo, do Internacional.

"Sim, sem dúvida (foi o melhor ano da carreira). A gente queria o título, todas as equipes queriam. Mas, para mim particularmente, foi muito gratificante. Agora é focar na próxima temporada porque a briga vai ser boa de novo", disse Luciano.

CRAQUE DA GALERA

Por meio de votação popular, o atacante Gabriel Barbosa foi eleito o Craque da Galera. O camisa 9 recebeu 53% dos votos. O segundo colocado foi Luciano, do São Paulo, com 27%, enquanto Marinho, do Santos, ficou em terceiro com 6%.

ARBITRAGEM

Leandro Pedro Vuaden, Neuza Back, Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Wagner Reway é o melhor quarteto de arbitragem do Brasileirão 2020.

Futebol