PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo pode voltar a poupar jogadores depois de quase três meses

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

20/10/2020 07h30

Já eliminado da Libertadores, o São Paulo entrará em campo nesta terça-feira para enfrentar o Binacional em busca de carimbar a classificação para a Sul-Americana, necessitando manter a terceira colocação do grupo D da competição. Sem grandes pretensões para o confronto, a tendência é que Fernando Diniz opte por preservar alguns de seus atletas para a partida.

O principal aspecto que preocupa o técnico do Tricolor é o jogo decisivo contra o Fortaleza pelas oitavas de final da Copa do Brasil, que acontece no domingo que vem, às 20h30, no Morumbi. Vale lembrar que a última vez que a comissão técnica optou por entrar em campo com uma equipe alternativa foi na 12ª rodada da fase de grupos do Paulistão, contra o Guarani, na Vila Belmiro.

O jogo pelo estadual foi realizado no dia 26 de julho, há quase três meses. Na ocasião, o São Paulo já havia garantido a primeira colocação de sua chave no Paulistão. Mesmo com um time quase reserva, o time jogou bem e venceu por 3 a 1.

Contra o Guarani, a equipe escalada por Diniz foi: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego, Anderson Martins e Léo; Luan, Liziero e Hernanes; Helinho, Everton e Brenner.

Igor Vinícius, Diego, Luan e Brenner foram jogadores que recentemente assumiram a titularidade do São Paulo. No entanto, o lateral-direito será desfalque certo do Tricolor para o jogo desta terça-feira, por conta de uma contratura na coxa esquerda. Além disso, Juanfran, com um estiramento no joelho esquerdo, também não estará à disposição.

A escalação do Tricolor para o duelo com o Binacional será decidida a partir de critérios objetivos da comissão técnica em trabalho conjunto com o departamento médico. Depois da partida contra o Grêmio, Diniz evitou projetar o time que colocará em campo no Morumbi nesta terça.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol