PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cuca se irrita com pergunta sobre poupar no Santos: "Perder jogos com meninos é diferente"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

20/10/2020 22h16

Cuca se irritou com uma pergunta na entrevista coletiva após a vitória do Santos por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia (ARG) na noite desta terça-feira, na Vila Belmiro, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Libertadores da América.

O técnico foi questionado sobre poupar jogadores diante dos argentinos, já que o Peixe já estava classificado. Jobson recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso para as oitavas de final.

"Hoje eu tinha três a menos no banco porque não temos elenco grande. Testar novos jogadores porque não é ele que é treinador. Se fosse o treinador, não iria testar. Perder jogos com meninos é diferente. Se perde mais do que a partida", disse Cuca.

Cuca também não gostou da pergunta sobre a chance de ser campeão da Libertadores.

"Começar com uma pergunta assim é duro. Temos que ser realistas, equipe é jovem. Não temos tantas opções, mas temos sido criativos, dado opções aos meninos. Usamos sempre mais de meia dúzia, muitos improvisados como o Palha (Wagner Leonardo). Zagueiro entrou com força para fazer a jogada e deu a assistência. Com Lucas Braga, que é um atacante e entrou na lateral direita para fazer esse corredor. Fez o gol e deu assistência. Improvisos deram certo, mas nem sempre vão dar. Sou realista, mas estou muito feliz com a campanha. Jogamos contra campeão equatoriano, paraguaio e time argentino muito bom e muito bom treinado", afirmou.

"Estamos indo passo a passo, não sei o que vai acontecer no jogo do Palmeiras. Seremos primeiro ou segundo melhores de todos os times. Algo a comemorar, ponto. Depois vem o mata-mata, com vantagem de decidir em casa. Estou muito contente com os meninos, mas temos déficit. em número de jogadores, temos improvisado desde o início e não podemos fortalecer elenco. Só olho para meu interior e extrair o máximo deles. Se o máximo for o suficiente para ganhar, vamos fazer o máximo", completou.

Cuca analisou a partida e a "oscilação natural" diante do Defensa y Justicia.

"Nos primeiros 25 minutos fizemos jogo muito bom. Dos 25 em diante tomaram conta do jogo. E tomaram em duas bolas de segurança que cedemos. O jogo é dividido em momentos. Momento seu, que comanda. Emocionalmente quando se quer fazer algo diferente e perde, muda tudo. E naquele minuto eu falei 'cuidado' para o banco. Tiveram escanteios, são altos e fortes, e jogo mudou. No segundo tempo com as mexidas começamos a jogar mais, com mais movimentação. Encaixou melhor o jogo e conseguimos a vitória", concluiu.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Fluminense no sábado, no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pela Libertadores, não há data definida para as oitavas de final. Os confrontos serão definidos mediante sorteio.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol