PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Trio deve seguir como desfalque do Santos, e Cuca deixa definição do time o dia do jogo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

19/10/2020 18h57

O único treino do Santos antes da partida desta terça-feira, às 19h15 (de Brasília), contra o Defensa y Justicia-ARG, na Vila Belmiro, pela Copa Libertadores, não trouxe boas notícias. O Peixe deve seguir com os desfalques de Lucas Veríssimo, Alison e Marinho, que não treinaram com bola nesta segunda-feira.

O volante, que se recupera de periostite por sobrecarga na perna esquerda, apenas correu em volta do gramado. Já o zagueiro (edema na panturrilha esquerda) e o atacante (edema na coxa esquerda) ficaram na academia, dentro das dependências do CT Rei Pelé.

O atacante Soteldo também vive situação de indefinição. O venezuelano participou do treinamento, mas a presença no jogo é incerta em função da negociação com o Al Hilal, da Arábia Saudita. O camisa 10 tem chances de permanecer no Alvinegro, mas a questão pode ser resolvida apenas nesta terça-feira.

No setor defensivo, o zagueiro Laércio, titular nos últimos dois jogos, não está inscrito na Libertadores e não pode entrar em campo. O Peixe só pode inscrevê-lo a partir das oitavas de final. Desse modo, Luiz Felipe deve formar a dupla de zaga com Luan Peres.

Por causa do desgaste físico causado pela maratona de jogos, a comissão técnica comandou um treino técnico leve para o elenco. Cuca ainda não definiu a escalação para o duelo contra os argentinos e vai deixar a decisão para o dia do confronto.

Com 13 pontos conquistados em cinco jogos, o Santos lidera o Grupo G e busca a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores. Para isso, o Alvinegro Praiano precisa torcer por um tropeço do Palmeiras, que tem a mesma pontuação, mas leva ampla vantagem no saldo de gols (10 a 4).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol