Palmeiras: Abel indica 'fico', se emociona e diz que prioridade é a família

Abel Ferreira indicou que permanecerá no Palmeiras no ano que vem.

O que aconteceu

"Acho que sim", disse Abel. Essa foi a resposta ao ser questionado pela ESPN, antes da premiação do Bola de Prata, se continuaria em 2024.

Treinador diz que é hora de pensar na família. Ao receber o prêmio de melhor técnico, Abel se emocionou e disse ter feito escolhas pensando primeiro nele. 'Nunca foi o que era melhor para a minha família. Chegou a hora de pensar neles".

Sou muito emocional, tomei decisões muito egoístas nos últimos anos que impactaram minha família. Mas há uma forte probabilidade de eu continuar porque há um contrato e eu gosto de cumprir Abel Ferreira

Abel tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2024. O treinador está na mira do Al-Sadd, do Qatar.

O que mais disse Abel

Recado: O que digo ao torcedor palmeirense: desfrutem dos títulos, não se preocupem com o treinador do Palmeiras. Uma hora o treinador vai embora e o Palmeiras vai continuar sendo grande, já era quando cheguei e vai continuar sendo. O que preciso agora é desligar. Chegar em casa e fazer o que mais gosto que é não fazer nada.

Futuro: O que posso dizer é que vou para Portugal e depois volto. O que vai acontecer depois, não sei. São Paulo tem coisas maravilhosas, mas há regras que tem que seguir. Só gostaria de ter tempo para desfrutar de São Paulo e eu não tenho. Nunca ninguém me viu no teatro, na música, no cinema. Eu quero ter tempo para viver. Eu adoro ser técnico, o Palmeiras, os torcedores, o Allianz Parque, eu gosto de estar aqui, mas tenho que viver minha vida e para isso preciso de tempo. Preciso pensar se quero ir para um campeonato onde jogam 40 jogos por ano em vez de 65, se quero ir para casa ficar 6 meses e depois voltar se alguém me quiser. O mais importante que estou a dizer, cansado e emocionado, o que tenho que fazer é descansar, para depois calmo e tranquilo, voltar com a mesma energia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes