Como goleadas sobre São Paulo e América-MG ajudaram Palmeiras rumo a título

O Palmeiras só não conquista o Campeonato Brasileiro por um milagre: mesmo se perder para o Cruzeiro e Atlético-MG e Flamengo ganharem seus compromissos, a equipe deve faturar o seu 12° título do torneio pelo saldo de gols — que acabou construído, principalmente, em duelos do Alviverde contra dois adversários específicos.

Goleadas fundamentais

O alviverde soma 31 gols positivos de saldo, oito a mais do que o Atlético-MG e 16 a mais do que o Flamengo.

Deste total, quase metade foi gerada em partidas contra América-MG e São Paulo — tanto no turno quanto no returno, o Palmeiras superou os adversários com tranquilidade.

Diante do lanterna, o time de Abel encaixou duas goleadas: uma por 4 a 1, em Belo Horizonte, e outra por 4 a 0, em duelo ocorrido há menos de uma semana. Só aí, foram sete gols positivos de saldo.

Já nos clássicos contra o São Paulo, vieram duas vitórias — uma "simples" e outra com placar elástico. No turno, o Palmeiras fez 2 a 0, e no fim de outubro, aplicou 5 a 0 em um dos maiores rivais. Mais sete gols, portanto, para a conta.

Outros dois resultados chamam a atenção na campanha alviverde: ainda no início do Brasileirão, a equipe atropelou o Goiás por 5 a 0 e bateu o Grêmio por 4 a 1, garantindo mais gordura no quesito.

E os concorrentes?

Atlético-MG contra América-MG e São Paulo: oito pontos em quatro jogos (dois empates e duas vitórias) com saldo de 3 gols

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes