Presidente do Flu aponta meta no Brasileiro e diz: 'Lutar por nove pontos'

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, assegurou que o time vai disputar as três últimas rodadas do Brasileiro em busca da meta de 60 pontos na competição, descartando que possa "entregar" jogos para prejudicar rivais.

O que aconteceu

O Tricolor vai enfrentar o Palmeiras, que luta pelo título com o Flamengo, e o Santos, que briga com o Vasco para fugir do rebaixamento.

O confronto com o Alviverde e com o Peixe serão fora de casa. A equipe das Laranjeiras está na sétima colocação, com 53 pontos.

"A política do Fluminense é ganhar sempre. Está muito claro. Depois que fomos campeões da Libertadores, estamos invictos no campeonato. Diniz disse isso e o Cano também, ao falar que quer jogar todos os jogos até o final do Brasileiro. Contra o São Paulo tivemos alguns desfalques por lesão ou cartões e vamos jogar até o fim do campeonato com o que tivermos de melhor por vários motivos", disse, em entrevista durante sorteio do Carioca 2024.

Nos últimos anos, sempre estivemos na primeira página. Tem questão de premiação, que é muito importante. A cada lugar que sobe a premiação vai subindo, e, para nós, é muito importante do ponto de vista financeiro. Vamos trabalhando jogo a jogo Mario Bittencourt

O mandatário ressaltou o impacto financeiro que tem a colocação no Brasileiro e lembrou o estilo do técnico Fernando Diniz:

"Vocês conhecem o nosso treinador e ele não admite pensar em algo que não seja a vitória. Vamos lutar por esses nove pontos. Ontem, conversamos sobre ter uma meta de, no mínimo, 60 pontos até o fim do campeonato, justamente por essa questão de sempre estarmos no topo do Brasileiro. A diferença da 7ª colocação para a 11ª, 12ª, em termos financeiros, é brutal. Se fizéssemos um fim de campeonato ruim, isso daria um problema em questão de receita também".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes