Milan supera Donnarumma, bate PSG e embola grupo da morte da Champions

O Milan usou a força de sua torcida no San Siro e ressurgiu na Champions League. A equipe de Stefano Pioli superou o PSG de virada por 2 a 1, embolou a tabela do Grupo F e, de quebra, levou a melhor sobre Donnarumma, que deixou os italianos para se transferir ao clube francês. O goleiro, inclusive, foi vaiado e recebido com chuvas de notas falsas.

O zagueiro Skriniar abriu o placar para os visitantes nos primeiros minutos de jogo, mas a reação foi rápida: Rafael Leão empatou pouco tempo depois e, já na etapa final, Giroud marcou e decretou o resultado.

O resultado deixa os donos da casa com cinco pontos e na 3ª colocação da chave. O time de Mbappé e companhia estacionou nos seis pontos e viu o Borussia Dortmund tomar a liderança (com sete) ao vencer o agora lanterna Newcastle (que tem quatro).

Milan e PSG voltam a jogar pelo torneio no dia 28 e serão mandantes: os italianos encaram os alemães, enquanto os franceses medem forças com os ingleses.

A tabela do Grupo F

1°: Borussia Dortmund - 7 pontos
2°: PSG - 6 pontos
3°: Milan - 5 pontos
4°: Newcastle - 4 pontos

Como foi o jogo

Enquanto o PSG tentou comandar as ações com a bola, o Milan apostou na velocidade de seus contra-ataques desde o início da partida — que ficou marcado por protestos contra Donnarumma: torcedores italianos arremessaram cédulas falsas na direção da meta defendida pelo ex-goleiro, que assinou com os franceses em 2021.

Donnarumma, do PSG, faz a defesa em gramado repleto de notas falsas atiradas pela torcida do Milan
Donnarumma, do PSG, faz a defesa em gramado repleto de notas falsas atiradas pela torcida do Milan Imagem: Francesco Scaccianoce/Getty Images
Continua após a publicidade

A estratégia francesa rendeu gol aos oito minutos: em escanteio da direita, Marquinhos desviou para o meio da área e Skriniar, livre, mergulhou antes de balançar as redes: 1 a 0.

A vitória parcial durou pouco, já que Rafael Leão aumentou logo depois. O português aproveitou rebote em defesa de Donnarumma e, de "puxeta", empatou: 1 a 1.

Na etapa final, Giroud decretou a virada. Ele recebeu cruzamento de Theo Hernández, subiu mais do que os defensores e, com a pontaria calibrada, virou a partida após cabeçada que não deu chances para Donnarumma: 2 a 1.

Assista aos gols da partida

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora