Fluminense vence retranca do Olimpia e se aproxima da semi da Libertadores

O Fluminense confirmou o mando de campo e venceu o Olimpia hoje (24), por 2 a 0, no Maracanã, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

André, aos 42 minutos do primeiro tempo, e Cano, aos 13 da segunda etapa, fizeram os gols da vitória da equipe comandada por Fernando Diniz.

Com a vitória, o Fluminense pode perder por até um gol de diferença no jogo de volta que avança para a semifinal.

O classificado deste confronto enfrenta quem passar de Bolívar e Internacional.

O duelo de volta entre as duas equipes, que decidirá quem avança para as semifinais da Libertadores, acontece na quinta-feira (31), no Paraguai, às 21h30 (de Brasília). Antes disso, o Fluminense entra em campo pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro para enfrentar o Athletico no domingo (27), 18h30, na Arena da Baixada. Por outro lado, o Olimpia enfrenta o Sportivo Luqueño, também no domingo, às 17h30, pela 8ª rodada do Campeonato Paraguaio.

Como foi o jogo

A partida começou com o Fluminense tomando a iniciativa e o Olimpia recuado. Apesar do domínio das ações do jogo, os brasileiros pouco conseguiram agredir o time muito bem armado por Arce.

O Fluminense seguiu com o controle do jogo, mas não conseguiu finalizar ao gol de Espínola. Do outro lado, o Olimpia não encontrava espaços para contra-atacar e tentava tirar a velocidade da partida.

O Fluminense foi melhor no primeiro tempo e saiu na frente do placar. A equipe criou chances na reta final da primeira etapa, pelos lados e com chutes de fora da área. Já o Olimpia não acertou uma finalização no gol de Fábio.

Continua após a publicidade

O segundo tempo começou com o roteiro igual ao da primeira etapa. Mesmo atrás do placar, o Olimpia seguiu recuado e foi dominado pelo Fluminense, que conseguiu ampliar a vantagem logo no início.

Após o segundo gol do Fluminense, o Olimpia tentou sair mais para o jogo. No entanto, os paraguaios não conseguiram finalizar em direção ao gol de Fábio e deram espaços para o contra-ataque.

Com o Olimpia tentando sair mais para o jogo, os espaços começaram a aparecer na defesa. O Fluminense explorou os contra-ataques e conseguiu criar boas chances para ampliar o placar.

Lances de destaque

Segura firme: A primeira boa chance da partida surgiu aos 33 minutos do primeiro tempo. Felipe Melo tocou para Kennedy, que deixou a bola para Cano finalizar de dentro da área, mas Espínola defendeu sem dificuldades.

Uhhh: Ganso cobrou escanteio, e Samuel Xavier fez o corta luz para Arias chegar finalizando, Cano tentou desviar de letra, mas Espínola pegou com o pé.

Continua após a publicidade

1x0: Aos 42 minutos do primeiro tempo, Cano recebeu na entrada da área e tocou para André. O meia ajeitou a bola, bateu para o gol e contou com um desvio no meio do caminho para abrir o placar para o Fluminense.

2x0: Aos 13 minutos do segundo tempo, após Kennedy tentar uma bicicleta, a zaga afastou, Martinelli mandou de cabeça para a área, e Cano pegou de primeira para fazer o segundo do Fluminense na partida.

Para fora: Samuel Xavier cruzou para John Kennedy, mas o jogador foi travado na finalização. A bola sobrou para Cano, que girou batendo para o gol, mas o argentino mandou a bola pela linha de fundo.

FICHA TÉCNICA
Fluminense 2x0 Olimpia

Data: 24/08/2023
Hora: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Competição: Jogo de ida das quartas de final da Libertadores
Público: 64.047
Árbitro: Andrés Matonte (URU)
Assistentes: Nicolas Tarán (URU), Martin Soppi (URU)
VAR: Andrés Cunha (URU)
Cartões amarelos: John Kennedy, Nino, Lelê (FLU); Walter González, Gamarra, Fernando Cardozo (OLI)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: André, Cano (FLU)

Continua após a publicidade

Fluminense: Fábio, Samuel Xavier (Guga), Nino, Felipe Melo (Martinelli), Diogo Barbosa; André, Ganso (Alexsander), Arias (Leo Fernández); John Kennedy (Lelê), Keno, Cano. Técnico: Fernando Diniz

Olímpia: Juan Espínola; Alejandro Silva (Salazar), Jhohan Romaña, Mateo Gamarra, Facundo Zabala; Junior Barreto, Fernando Cardozo, Ramon Martínez (Hugo Quintana), Iván Torres (Marcos Gómez), Hugo Fernández (Derlis González); Walter González (Paiva). Técnico: Francisco Arce

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes