Ex-árbitros criticam juiz do Fla-Flu por dependência do VAR em polêmicas

O UOL ouviu quatro ex-árbitros a respeito da atuação polêmica do juiz Sávio Pereira Sampaio no clássico entre Flamengo e Fluminense, disputado ontem (16), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Eles criticaram as decisões de campo e a maneira como o árbitro 'dependeu' do VAR.

Arnaldo Cezar Coelho

O que eu posso dizer é que, pelo comportamento das torcidas em ofensas e agressões, como os próprios jogadores dentro de campo, foi um jogo muito difícil e o árbitro não estava em um bom dia. Foi isso que eu senti pelas suas reações e pelo seu comportamento. Árbitro que tem que consultar o VAR para ver falta no meio de campo é porque não interpretou corretamente.

Renato Marsiglia

Na realidade, quem apitou o jogo, e bem, foi o VAR, Wagner Reway, que estava numa sala lá na Barra da Tijuca. Os gols foram bem anulados e as penalidades reclamadas não existiram. O que não pode acontecer é o árbitro Sávio Pereira Sampaio usar o VAR como bengala. Ele se omitiu em lances capitais, quando estava bem perto dos lances em todas as situações que houve a intervenção do VAR. Teve mais sorte que juízo.

Guilherme Ceretta

Os gols anulados com a ajuda do VAR mostram como a arbitragem é deficiente. Os lances são claros. Um árbitro Fifa precisar da ferramenta nesse tipo de lance é muito preocupante. Em relação aos pênaltis, o lance do Felipe Melo não existe unanimidade, 50/50... Uns vão marcar, outros não. Já o do Gerson, nada a marcar. Ele foi surpreendido, estava em movimento natural dos braços com uma distância curta do adversário.

Alfredo Loebeling

Eu anularia o gol do Fluminense, mas o do Flamengo de jeito nenhum. Se lembrarmos o jogo Palmeiras x Flamengo, o lance do Richard Ríos com o Everton Ribeiro, o Seneme falou que aquele empurrão não foi suficiente para derrubar o jogador. E o de ontem? Ele vai dizer o que? É lógico que não foi falta. O gol do Flamengo foi legítimo. Os lances de pênalti reclamados são muito interpretativos e eu também não marcaria nenhum dos dois.

Continua após a publicidade

O grande problema é que está havendo uma ingerência do VAR em lances interpretativos e não pode haver. O protocolo do VAR é muito claro, ele só pode intervir em erros grosseiros do árbitro. No Brasil, o VAR está apitando o jogo e isso é perigoso.

Lances polêmicos do Fla-Flu

O Fluminense teve um gol de Arias anulado por falta de André em Everton Cebolinha no início da jogada. Em campo, Sávio validou o gol, mas após ser chamado pelo VAR, voltou atrás na decisão.

Também no segundo tempo, o Flamengo teve um gol de Gabigol anulado por falta de Pablo em Cano em uma disputa no meio de campo. Assim como no tento do Fluminense, Sávio foi chamado pelo VAR para revisar e invalidar o lance.

Cada uma das equipes também reclamou de uma possível marcação de pênalti. Sávio não marcou em campo e não foi chamado pelo VAR para revisão nos dois lances.

No primeiro tempo, o Flamengo pediu uma penalidade de Felipe Melo em Arrascaeta após bola alçada na área. O Fluminense, por sua vez, ficou na bronca após Cano tentar passe dentro da área de ataque e a bola bater na mão de Gerson na etapa final.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes