PUBLICIDADE
Topo

Copa Sul-Americana - 2022

Santos empata com o Banfield com dois a mais, mas avança na Sul-Americana

Jogadores do Banfield-ARG reclamam com juiz na partida contra o Santos, na vila Belmiro, pela Sul-Americana - Fernanda Luz/AGIF
Jogadores do Banfield-ARG reclamam com juiz na partida contra o Santos, na vila Belmiro, pela Sul-Americana Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

24/05/2022 21h11

Classificação e Jogos

Foi com muita emoção, mas o Santos está classificado para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. Com dois jogadores a mais por quase 40 minutos, o Peixe só empatou em 1 a 1 com o Banfield, hoje (24), na Vila Belmiro, pela última rodada da fase de grupos. Os gols foram marcados por Marcos Leonardo e Domingo. O clube da Baixada Santista avançou por causa da vitória por 3 a 2 do Unión La Calera (CHI) sobre a Universidad Católica (EQU). A Calera vencia por 3 a 1, resultado que a classificaria, mas acabou levando o gol no final e perdeu a 1ª posição, já que o Santos avançou por levar vantagem nos gols pro. As equipes empataram em saldo de gols, que seria o primeiro critério de desempate.

O técnico Fabián Bustos poupou Maicon e Rodrigo Fernández por desgaste muscular, deixou Jhojan Julio no banco de reservas e não teve o suspenso Léo Baptistão. O Santos apresentou muita dificuldade ofensiva e custou a criar mesmo com 11 contra 9 em campo.

O Peixe termina a primeira fase com 11 pontos e aguarda pelo sorteio das oitavas de final. O Santos venceu três, empatou duas e só perdeu para o próprio Banfield, na estreia na Argentina. Unión La Calera (CHI) e Universidad Católica (EQU) também foram eliminados.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Palmeiras no domingo (29), às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

LIVE DO SANTOS COM GABRIELA BRINO E MAURICIO BARROS

.

Quem foi bem: Vinicius Zanocelo

Zanocelo comandou o meio-campo do Santos. Na ausência de Rodrigo Fernández, deu a "pegada" suficiente no setor.

Quem foi mal: Lucas Braga

Braga segue em má fase. O atacante criou muito pouco e ainda teve dificuldade para ajudar o lateral Lucas Pires na defesa. Nos minutos finais, foi deslocado para a lateral direita.

O jogo do Santos: faltou intensidade

Intensidade é uma palavra muito usada pelo técnico Fabián Bustos. No primeiro tempo, ela praticamente não existiu. O Santos marcou à distância e pouco roubou bolas no campo de ataque. Na etapa final, o Peixe seguiu mal mesmo com as expulsões de Dátolo e Tanco.

Mais sorte que juízo

O goleiro João Paulo se preparava para ir ao ataque quando recebeu do banco de reservas a informação do fim do jogo no Chile. Com o 3 a 2 para o La Calera sobre a Universidad Católica, o Santos se classificaria com o empate. O capitão passou a informação para os jogadores, que, mesmo com dois a mais, administraram o resultado. A comissão técnica do Santos comemorou o apito final no Chile como um gol. A torcida do Peixe vaiou o time mesmo com a classificação.

Incentivo

Na vitória sobre o La Calera, Ricardo Goulart foi eleito o melhor em campo pela Conmebol, mas recebeu vaias de parte da torcida. Hoje, em compensação, o camisa 10 ouviu incentivo de todo o estádio, teve atuação regular e saiu aplaudido.

Na bronca com a arbitragem

Logo depois da expulsão de Dátolo aos oito minutos, Rwan foi derrubado na área e o assistente levantou a bandeira, mas o árbitro ignorou e mandou o jogo seguir, gerando muita reclamação dos atletas do Santos. Na sequência, Tanco recebeu o segundo amarelo e também foi expulso no Banfield.

FICHA TÉCNICA
SANTOS x BANFIELD

Data: 24 de maio de 2022, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Competição: Sul-Americana (6ª rodada da fase de grupos)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: 12.375
Renda: R$ 303.052,50
Árbitro: Augusto Menendez (PER)
Assistentes: Tulio Moreno e Antoni Garcia (PER)
Cartões amarelos: (Santos) e Tanco e Dátolo (Banfield)
Cartão vermelho: Dátolo e Tanco (Banfield)
Gols:
Santos
: Marcos Leonardo, aos 35 minutos do 1T
Banfield: Domingo, aos 45 minutos do 1T

SANTOS: João Paulo, Madson (Jhojan Julio), Emiliano Velázquez, Eduardo Bauermann e Lucas Pires (Bruno Oliveira); Sandry (Gabriel Pirani), Vinicius Zanocelo e Ricardo Goulart (Lucas Barbosa); Rwan (Bryan Angulo), Lucas Braga e Marcos Leonardo. Técnico: Fabián Bustos

BANFIELD: Bologna, Coronel, Maciel, Tanco, Quinteros, Cuadra (Palacios), Domingo, Galoppo (Romero), Urzi (Cabrera), Dátolo e Cruz (Gissi). Técnico: Federico Vilar