PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro tem aumento de 20% de aproveitamento após retorno da torcida

Torcida do Cruzeiro tem dado total apoio ao time desde que Ronaldo assumiu o controle do futebol - Staff Images/Cruzeiro
Torcida do Cruzeiro tem dado total apoio ao time desde que Ronaldo assumiu o controle do futebol Imagem: Staff Images/Cruzeiro

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

20/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

A expectativa é de que aproximadamente 60 mil torcedores estejam no Mineirão para o duelo entre Cruzeiro e Sampaio Corrêa, domingo (22), às 11h, pela oitavas rodada da Série B. Jogar com o estádio lotado tem feito muita diferença para o time estrelado, e os números comprovam isso. No período em que os portões estavam fechados por causa da pandemia da coivd-19, a Raposa sentiu, e muito, a ausência da sua torcida.

Considerando apenas os jogos da Série B, a Raposa disputou 28 partidas como mandante sem a presença de público. No total, foram apenas sete vitórias, com 13 empates e oito derrotas, em jogos pelas edições 2020 e 2021 da Segunda Divisão. O aproveitamento dentro de casa neste período foi de apenas 40%.

Já com público, o rendimento pulou para 64%, considerando as partidas de 2021 e 2022. A diferença se aplicada em 19 rodadas como mandante e significa 14 pontos a mais. Em 2020, por exemplo, a Raposa terminou a Série B na 11ª colocação, 12 pontos atrás do Cuiabá, que fechou o G4, com 61 pontos. Já no ano passado, com 14 pontos a mais, o time celeste, ainda assim, não teria conquistado o acesso, mas terminaria na sexta colocação, apenas dois pontos atrás do Avaí, que garantiu retorno à elite do Brasileirão.

Já em 2021 foi possível ver a importância do cruzeirense, que esteve ao lado do time em dez rodadas. Se o aproveitamento nos nove primeiros jogos como mandante foi de 33%, com os portões fechados, ao lado de sua torcida o time mineiro elevou o aproveitamento para 53%.

A relação entre o cruzeirense e o time já é destacada por rivais. Um dos três adversários superados pelo Cruzeiro em Belo Horizonte, nesta Série B, foi o Grêmio. Numa tarde com mais de 22 mil torcedores no Independência, a torcida apoio a equipe celeste na vitória por 1 a 0. O vice de futebol do clube gaúcho, Dênis Abrahão, chegou a exaltar a torcida da Raposa.

"Tinha fatores externos que potencializaram a motivação do Cruzeiro. Qual o fator externo? O estádio lotado, um clube casado com a torcida, a torcida entendendo o momento e o seu papel de fazer a diferença. E foi isso que eu vi", disse o dirigente.

Nesta edição da Série B, o Cruzeiro ganhou todos os duelos como mandantes pelo placar de 1 a 0, diante de Brusque, Londrina e Grêmio.

Cruzeiro