PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rafael Ramos e Corinthians se pronunciam sobre acusação de racismo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/05/2022 00h37

Classificação e Jogos

Após ser preso em flagrante sob acusação de racismo, e solto sob o pagamento de fiança, o lateral-direito Rafael Ramos, do Corinthians, se pronunciou na madrugada de hoje (15) sobre a denúncia feita por Edenílson, do Internacional, contra ele, à qual se referiu como um 'mal entendido'.

"Estou aqui de consciência e cabeça limpa para explicar o que acontece. Puramente um mal entendido", afirmou Ramos, que relatou como foi a conversa com o atleta do Inter após a partida.

"No fim do jogo fui ter uma conversa com ele, tivemos uma conversa tranquila. Expliquei o que tinha acontecido, ele explicou o que tinha entendido. Expliquei a verdade. Ele mostrou receio de passar por mentiroso, e expliquei a ele que ele não é um mentiroso, que apenas entendeu errado. Apertamos a mão, e desejo boa sorte a ele", concluiu o lateral corintiano.

O Corinthians também emitiu um comunicado oficial que cita a versão do seu jogador.

"O Corinthians reafirma que, coerente com seus 111 anos de história, repudia e não compactua com o racismo. O atleta Rafael Ramos foi ouvido pelo clube e deu versão diferente do incidente no Beira-Rio, durante a partida contra o Internacional pelo Brasileirão 2022. Logo depois, seguro de que não proferiu injúria racial, fez questão de se explicar a Edenilson, no vestiário do Internacional. Em decorrência da denúncia feita pelo atleta colorado, a lei obriga que se trate o caso como flagrante, seguido de detenção. O pagamento de fiança não implica admissão de culpa, permitindo ao atleta que se defenda em liberdade no inquérito. Clube e atleta continuarão a colaborar com as autoridades, certos de que tudo será esclarecido o mais rapidamente possível", diz o comunicado.

Após prestar queixa, Edenilson diz: 'Sei o que ouvi'

Durante o empate por 2 a 2 entre Inter e Corinthians, aos 30 minutos do segundo tempo, o jogo foi paralisado após Edenilson acusar Ramos de racismo. A pausa permaneceu por cinco minutos, até que o jogo voltou.

Depois da partida, o meia do Inter prestou queixa contra o lateral do Corinthians, que foi preso em flagrante, e posteriormente solto após o pagamento de fiança.

Em suas redes sociais, Edenilson também se pronunciou sobre o caso, e disse que sabe o que ouviu de Rafael Ramos dentro de campo.

"Boa noite, pessoal, passando aqui apenas para me pronunciar. Eu sei o que ouvi. Realmente eu não reagi provavelmente da forma que deveria pois foi a primeira vez que isso aconteceu comigo. Me incomoda o fato de ficar chamando atenção de outra forma que não seja jogando futebol (quem me conhece sabe): ser xingado pelo tom da minha pele", escreveu.

Futebol