PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2022

Atlético-MG empata com Bragantino e soma 4 jogos sem vencer no Brasileirão

Eric Ramires e Nacho Fernández disputam a bola em Bragantino x Atlético-MG, jogo do Campeonato Brasileiro - Diogo Reis/AGIF
Eric Ramires e Nacho Fernández disputam a bola em Bragantino x Atlético-MG, jogo do Campeonato Brasileiro Imagem: Diogo Reis/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

11/05/2022 22h24

Classificação e Jogos

Já são quatro rodadas seguidas do Campeonato Brasileiro que o Atlético-MG não vence. O resultado da vez foi o empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, em jogo antecipado da sétima rodada. Ytalo marcou para os donos da casa, enquanto Nacho Fernández empatou para o Galo.

O resultado deixa o Galo com nove pontos, três atrás do líder Corinthians, que tem um jogo a menos. Após vencer o Internacional e o Athletico-PR, nas duas primeiras rodadas, o time mineiro tem mostrado dificuldade para embalar.

Quem está em situação semelhante é o Bragantino, também com nove pontos. Ambos venceram duas vezes, empataram outras três e perderam uma. No entanto, a equipe paulista está melhor colocada, por causa dos critérios de desempate.

Quem foi bem: Nacho

Nacho Fernández comemora gol do Atlético-MG contra o Bragantino em jogo do Brasileirão - Pedro Souza/Atlético-MG - Pedro Souza/Atlético-MG
Nacho Fernández comemora gol do Atlético-MG contra o Bragantino em jogo do Brasileirão
Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Se as atuações do Atlético-MG não convencem os torcedores neste primeiro semestre, o meia Nacho Fernández é um dos poucos jogadores que está se destacado. O argentino mantém o nível de boas atuações, apesar de o time oscilar bastante. Contra o Bragantino, o camisa 26 chamou o jogo mais uma vez e foi o grande nome do Galo em campo.

Quem foi mal: Zaracho

A pergunta que todo o atleticano faz neste momento é: onde está o Zaracho de 2021? Apontado como o segundo jogador mais importante do time na conquista do Brasileirão do ano passado, atrás apenas de Hulk, o argentino acumula atuações ruins nesta temporada. Nem de longe lembra o jogador que se destacou na última temporada.

O jogo do Atlético-MG: falta alguma coisa

O futebol apresentado em boa parte do jogo diante do Bragantino não foi ruim, mas também não é um desempenho capaz de convencer. Ainda falta alguma coisa para o Atlético reencontrar seu melhor momento. O começo de jogo ruim, como foi no clássico com o América-MG, se repetiu. Mas por outro lado, o Galo dominou o Bragantino, que praticamente não atacou na etapa final.

Hulk suspenso

Com três cartões amarelos em cinco rodadas, o atacante Hulk desfalcou o Atlético-MG em Bragança Paulista. No Brasileirão do ano passado, o camisa 7 ficou suspenso apenas uma vez, na 38ª rodada.

Troca antes do jogo

Pouco depois de divulgar a escalação, o Red Bull Bragantino fez uma mudança. O meia Lucas Evangelista sentiu desconforto muscular e deu lugar ao atacante Sorriso.

Sasha armou o contra-ataque

O gol do Bragantino teve origem numa demonstração de raça do atacante Eduardo Sasha, que tentou evitou um lateral. Mas, após o carrinho do atleticano, a bola ficou com a equipe de casa e terminou na conclusão de Ytalo.

Pênalti e expulsão ou impedimento?

Aos 19 minutos do primeiro tempo, o Atlético teve um pênalti marcado a favor e viu o zagueiro Léo Ortiz receber o cartão vermelho, por usar a mão para evitar o gol de Arana. Mas, após cinco minutos de análise, o VAR constatou impedimento do lateral do Galo e gerou muita revolta entre os atleticanos. A reclamação ocorreu pelo fato de o lateral direito Hurtado tentar cortar a bola e não conseguir, o que daria condição de jogo a Guilherme Arana.

Caneta clássica

Um dos momentos mais bonitos da partida foi quando Keno partiu para cima do lateral direito Hurtado e aplicou uma bela caneta no marcado. O jogador do Bragantino não conseguiu nem sequer fazer a falta.

Domínio resulta em gol

Desde a metade do primeiro tempo, o Atlético passou a ditar o ritmo do jogo e pressionar o Bragantino. Assim seguiu no segundo tempo, até o Galo ser premiado com o belo gol de Nacho Fernández, em cobrança de falta.

Raul volta após nove meses

Em agosto do ano passado, o volante Raul operou o joelho direito e ficou nove meses sem atuar. O retorno aos gramados aconteceu nesta quarta-feira. Após o apito final, o jogador do Bragantino atravessou o gramado de joelhos para agradecer o retorno. Emocionado, Raul foi abraçado por todos os companheiros.

FICHA TÉCNICA:

RED BULL BRAGANTINO 1 X 1 ATLÉTICO-MG
Competição:
Campeonato Brasileiro - 7ª rodada
Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data e horário: 11 de maio de 2022, às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-Fifa/RJ)
Cartões amarelos: Renan e Jadsom (BRG); Eduardo Sasha e Nathan Silva (CAM)
Gols: Ytalo (BRG), aos 12' minutos do primeiro tempo; Nacho Fernández (CAM), aos 20' minutos do segundo tempo

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Andrés Hurtado, Léo Ortiz, Renan e Luan Cândido; Eric Ramires (Wellinton), Jadsom, e Artur; Helinho (Raul), Sorriso (Tubarão) e Ytalo (Jan Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga (Castilho), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Rubens), Zaracho (Ademir) e Nacho Fernández (Sávio); Keno (Otávio) e Eduardo Sasha. Técnico: Turco Mohamed